Maçonaria, Sinais do Fim

A Maçonaria que 95% dos maçons desconhecem!

A maçonaria não tem por costume a confissão pública de suas práticas ou convicções. Muito mais, quando se trata de liderança eclesiástica envolvida com a Ordem satânica. A desinformação na cristandade, é um dos fatores que delega o diabo a destruir almas com suas mentiras, instituir Igrejas satânicas com fachada cristã, vestir homens sanguinários com veste sacerdotal. Eles sabem que o acesso está muito fácil: a Igreja, em sua maioria, está afastada de Cristo e da sua Palavra. Cegos que não querem enxergar. Assim, estão muitos neste momento.

Ligações perigosas

É impossível negar que a história maçônica caminha de mãos dadas com a do protestantismo. Pesquise o assunto, caro leitor. Livros como “Centelhas em Restolho Seco – uma contribuição para a história dos primórdios, da historiadora Beth Antunes, por exemplo, fala da origem dos Batistas no Brasil. Ela afirma que o primeiro pastor Batista Brasileiro, além de ter sido batizado por um pastor maçom, foi ainda consagrado ao ministério da Palavra no salão da Loja Maçônica. E o interessante desse livro, caro leitor, é que a Beth Antunes não conta a história dos batistas visando criticar a origem da mesma. Não! Ela simplesmente relata os fatos, mesmo sendo batista, desconhecendo o que está por trás da maçonaria ou não, como alguém querendo apenas contar a origem de sua querida denominação.

Quer ver outra coisa. Os redatores do primeiro estatuto da entidade maçônica foram o pastor presbiteriano James Anderson, em Londres, na Inglaterra, em 1723, e Jean Desaguliers, um cristão francês.

Devido às suas crenças, eles naturalmente introduziram princípios religiosos na nova organização, principalmente devido ao fim a que ela se destinava: a filantropia. O movimento rapidamente encontrou espaço para crescer em nações de tradição protestante, como o Reino Unido e a Alemanha, e mais tarde nos Estados Unidos, com a colonização britânica. Essa relação, contudo, jamais foi escancarada. Pesquise, caro leitor.

Crentes reunidos à porta de templo da IPI (Igreja Presbiteriana Independente do Brasil) nos anos 1930: denominação surgiu por dissidência em relação à maçonaria.

As relações entre algumas denominações históricas e a maçonaria no Brasil são antigas. Os primeiros missionários americanos que chegaram ao país se estabeleceram em Santa Bárbara (SP), em 1871. Três anos depois, parte desses pioneiros, entre eles o pastor Robert Porter Thomas, fundou também a Loja Maçônica George Washington naquela cidade. O espaço abrigou, em 1880, a reunião de avaliação para aprovação ao ministério de Antônio Teixeira de Albuquerque, o primeiro pastor batista brasileiro. Tanto ele quanto o pastor que o consagrou eram maçons.

Quando o missionário americano Ashbel Green Simonton (1833-1867) chegou ao Brasil, em 12 de agosto de 1859, encontrou, na então província de São Paulo, cerca de 700 alemães protestantes. Sem ter onde reuni-los, Simonton – que mais tarde lançaria as bases da Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB) – aceitou a oferta de maçons locais que insistiram para que ele usasse sua loja, gratuitamente, para os trabalhos religiosos. A denominação, que abrigava diversos maçons, sofreu uma cisão em 31 de julho de 1903. Um grupo de sete pastores e 11 presbíteros entrou em conflito com o Sínodo da IPB porque a denominação não se opunha a que seus membros e ministros fossem maçons. Foi então fundada a Igreja Presbiteriana Independente do Brasil (IPI).

Ultimamente, a IPB vem reiteradamente confirmando a decisão de impedir que maçons exerçam não só o pastorado, como também cargos eclesiásticos como presbíteros e diáconos. As últimas resoluções do Supremo Concílio sobre o assunto mostram o quanto a maçonaria incomoda a denominação. Na última reunião, ficou estabelecida a incompatibilidade entre algumas doutrinas maçons e a fé cristã. Ficou proibida a aceitação como membros à comunhão da igreja de pessoas oriundas da maçonaria “sem que antes renunciem à confraria” e a eleição, ao oficialato, de candidatos ainda ligados àquela entidade. (Marcelo Barros, da Cristianismo Hoje)

Como estes, muitos servos do Altíssimo sentem aversão a tudo que se relacionada com a maçonaria. A polêmica é grande. Mas imaginar que muitos líderes continuam firmes bebendo de duas fontes distintas e milhares estão sendo alimentados por eles é assustador. Na verdade, assustador mesmo é imaginar o tamanho da contaminação no meio disso tudo. Não é de admirar a ausência de poder, de unção, de retidão e compromisso verdadeiros. Muitos estão fracos, cansados e nem sabem o caminho a seguir, por seu guia não ser o Espírito de Cristo, mas homens envolvidos com práticas satânicas.

Neste artigo não pretendo esmiuçar o FATO de que mais de 40% da liderança evangélica no Brasil ser constituída por maçons. Também minha intenção NÃO É DESACREDITAR denominações, pois não tenho parte com elas. Também não pretendo resenhar livros biográficos que afirmam que as igrejas históricas (Batista, Presbiteriana, etc) em nosso país nasceram em lojas maçônicas. Meu intuito neste artigo é apenas mostrar aos desavisados, distraídos, despreocupados pretensos líderes e servos do Altíssimo, seja lá de quê denominação for que, ao pensar que podem servir “a dois senhores”, correm um terrível risco.

Se você pensa, líder maçom evangélico, que está apenas envolvido com filantropia ou coisa parecida, está MUITO LONGE DA VERDADE E DE NOSSO PAI ETERNO. Desperte, você que dorme! E Cristo, a verdadeira LUZ, iluminará você. Os dias são maus. Arrependa-se dos seus maus caminhos e converta-se ao Messias, nosso Cordeiro amado. Ele está às portas!

Vamos agora ao que realmente quero tratar. Leia tudo com atenção e em oração.

Ex-Feiticeiro Iluminista Revela a Forte Ligação da Maçonaria com a Feitiçaria

Doc Marquis, um ex-feiticeiro Iluminista, responde a vinte e cinco perguntas selecionadas em seus seminários sobre os Iluministas, Feitiçaria e Maçonaria. Reproduzimos e comentamos as respostas.

Doc Marquis nasceu e cresceu numa família Illuminati, foi alistado no exército dos Estados Unidos onde serviu a agenda das trevas até encontrar aos 23 anos de vida a verdadeira Luz do Mundo, Jesus Cristo. Hoje convertido a Cristo, seus livros e DVDs são um dos motivos pelos quais a agenda das trevas tem sido sistematicamente alterada, pelo fato de muitas vidas se libertarem dos enganos
e seduções do ocultismo, por intermédio de seu testemunho de vida.

A maior parte deste artigo baseia-se em livros que foram publicados por editoras maçônicas e que eram muito secretos antigamente. Seguimos a recomendação bíblica atentamente, comparando os ensinos maçônicos com a Bíblia Sagrada. Em 1 João 4:1, encontramos este mandamento a todos os cristãos:

“Amados, não creiais a todo o espírito, mas provai [testai] se os espíritos são de Deus, porque já muitos falsos profetas se têm levantado no mundo.” Assim, vemos que qualquer ensino religioso que não se conforme com as Escrituras é proveniente de um “falso profeta”.

Este exercício não é vão, pois é sua alma preciosa que está em jogo. Finalmente, lembre-se de duas coisas sobre a Maçonaria:

1)Os maçons de graus superiores mentem para seus colegas maçons, pois eles “merecem ser enganados”;

2) As explicações dadas a 95% de todos os maçons estão erradas. Veja esta citação de um autor maçônico, Carl Claudy: “Remova a casca exterior e encontre um significado; remova aquele significado e encontre outro; abaixo dele, se você cavar ainda mais, encontrará um terceiro, um quarto – quem poderá dizer quantos ensinos?” Você aprendeu muitas mentiras, conforme demonstramos nos nossos muitos artigos. Finalmente, lembre-se, da audaz afirmação de Albert Pike
em seu livro Morals and Dogma que, “A Maçonaria é idêntica aos mistérios antigos”, o que significa que todos seus ensinos em todos os livros são exatamente iguais aos mistérios antigos, pagãos e satânicos! [pág. 624, Ensinos para o Vigésimo Oitavo Grau]

Pedimos que você separe um tempo para ler esse artigo! Oramos fervorosamente para que o Espírito Santo ilumine sua mente, coração e alma com o conhecimento do verdadeiro Deus, e somente do verdadeiro Deus, da Bíblia Sagrada.

Segue abaixo as Vinte e Cinco Perguntas Selecionadas Sobre a Maçonaria, de Doc Marquis. Como Marquis é um ex-feiticeiro iluminista, tem um conhecimento inigualável sobre o assunto. Você verá que o material é altamente instrutivo e terá mais razões para compreender que a Maçonaria é uma forma de feitiçaria em seu núcleo. Como todo este artigo é a citação tintim por tintim de Marquis, não colocaremos suas palavras entre aspas.

Observe que quase todas as respostas de Marquis foram tiradas tintim por tintim dos próprios escritos de autores maçônicos. Usaremos aspas ao citar algum autor maçônico.

Vinte e Cinco Perguntas Selecionadas Sobre a Maçonaria

1) A Maçonaria é uma organização cristã?

“Se a Maçonaria fosse simplesmente uma instituição cristã, os judeus e os islamitas, os hindus e os budistas não poderiam conscientemente fazer parte de sua iluminação.” [Albert Mackey, Encyclopedia of Freemasonry, pg 182, maçom de Grau 33.]

Achamos altamente instrutivo que Mackey admita enfaticamente aos Adeptos que a Maçonaria não é cristã! Logicamente, quando Mackey escreveu seu livro, ele era secreto, e estava disponível somente aos maçons Adeptos. Se Mackey soubesse que esse livro se tornaria disponível para o público, não teria sido tão enfático.

2) A Maçonaria é cristã?

“A Maçonaria não é cristã, nem é uma substituta para o cristianismo.” [C. F. McQuaig, My Masonic Friend, pág. 1]

Novamente, vemos que, por sua própria admissão, a Maçonaria não é cristã! A única ocorrência em que ouvimos que ela é cristã é da Divisão de Propaganda Maçônica, e pelos pobres e iludidos maçons que foram deliberadamente enganados pelos seus superiores.

3) Há uma Bíblia sobre o altar nas lojas maçônicas. Isso não prova que a Maçonaria baseia-se na Bíblia?

“A Maçonaria não tem nada que ver com a Bíblia; não está baseada na Bíblia, pois, se estivesse, não seria Maçonaria, seria alguma outra coisa.” [The Digest of Masonic Law, pág. 207-209]

Agora vemos um autor maçônico admitindo que a Maçonaria não está baseada na Bíblia! Portanto, não somente a Maçonaria não é cristã, como não é nem mesmo judaico-cristã!

4) Mas e Deus?

“A humanidade, ‘em todo’, então, é o único Deus pessoal.” [J. D. Buck, Mystic Masonry, pg 136, Grau 32].

Como qualquer bom ocultista, a Maçonaria acredita na mentira que Satanás disse a Eva no jardim do Éden: “Sereis como Deus”.

5) Se a Maçonaria não está baseada na Bíblia, nem em seus princípios cristãos, então, as lojas maçônicas não estão ensinando religião, certo?

“Toda loja maçônica é um templo de religião, e seus ensinos são instruções em religião”. [Albert Pike, Morals and Dogma, pág. 213. Pike foi um maçom de Grau 33, líder da Jurisdição Sulista do Rito Escocês Antigo e Aceito da Maçonaria.]

A revelação dele aqui, nos ensinos para o Décimo Terceiro Grau, que a Maçonaria ensina religião, é um exemplo perfeito da política deliberada de mentir da Maçonaria. No Décimo Grau, Pike diz que a “Maçonaria não é uma religião”. Depois, no Décimo Terceiro Grau, o maçom aprende que aquela afirmação é falsa e que a Maçonaria realmente é uma religião. Assim, quando um não-maçom fizer a acusação que a Maçonaria é uma religião, pode-se responder com a afirmação de Pike no Décimo Grau, em que ele nega a Maçonaria seja uma religião, e omitir que no Décimo Terceiro Grau ele inverte o que disse anteriormente e admite que a Maçonaria realmente é uma religião. Verdadeiramente, a Maçonaria é uma série de salas com fumaça e espelhos, destinadas a enganar a maioria dos maçons, e a enganar a 100% dos não-maçons.

6) Como as lojas maçônicas são templos de religião, o que estão buscando se não adoram a Jesus Cristo?

“A Maçonaria está em busca da Luz. Essa busca leva-nos direto, como você pode ver, à Cabala.” [Albert Pike, Morals and Dogma, pg 741.]

Como podemos ver aqui eles ainda permanecem na busca da luz . Em João 8:12 lemos: “Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.”

7) Mas a Cabala não é uma religião?

“Todas as religiões verdadeiramente dogmáticas surgiram da Cabala e retornam a ela; tudo científico e grandioso nos sonhos religiosos dos Iluministas… todas as associações maçônicas devem a ela seus segredos e seus símbolos.” [Pike, Morals and Dogma]

Gostaríamos de advertir a todos nossos amigos judeus que estão se deixando envolver no reavivamento do estudo da Cabala, que estão acreditando na falsificação satânica da Torá e dos outros livros do Antigo Testamento da Bíblia, que os fariseus e saduceus dos tempos de Jesus estavam praticando. Você sabia que a principal razão pela qual os fariseus e saduceus planejaram matar Jesus, a despeito de seus óbvios poderes sobrenaturais, era por que eles estavam praticando a feitiçaria da Cabala? Jesus sabia que os fariseus e saduceus estavam praticando a feitiçaria que mais tarde veio a ser conhecida como Cabala.

8) Se a Cabala é uma prática antiga encontrada no mundo ocultista, os símbolos, palavras e outras expressões maçônicas podem ser encontrados no ocultismo?

“Nos ritos modernos da feitiçaria, encontramos termos e expressões que também são empregados na Maçonaria, na Alvorada Dourada, e outras sociedades ocultistas.” [Arnold e Patrícia Crowther, The Secrets of Ancient Witchcraft, pág. 22]

Novamente, vemos uma ocorrência em que a Maçonaria é amada pelas pessoas erradas: feiticeiros, satanistas, iluministas, autores de livros de Nova Era possessos por demônios, e líderes de outras sociedades secretas, igualmente possessos por demônios. Como diz o ditado, “Os pássaros da mesma plumagem pousam no mesmo galho”, esse fato é uma evidência muito importante e concreta de que a Maçonaria é tão satânica quanto essas organizações admitem abertamente que são! Tenha esse fato em mente ao ler os fatos apresentados em seguida.

9) Se a Maçonaria promove as religiões ocultistas, certamente muitos de seus membros devem ter formação ocultista.

Eles certamente têm! Relaciono em seguida alguns exemplos de satanistas e/ou ocultistas que também eram maçons de boa posição.

Não se deixe enganar pela Propaganda Maçônica que diz que essas pessoas eram “maçons rebeldes”; pelo contrário, foram maçons de boa posição durante grande parte de suas vidas. Na verdade, o que esses ocultistas, que também eram maçons, representam, são os poucos maçons iluministas, que percorreram todo o caminho para a “Luz”, para descobrir qual realmente é o grande segredo final da Maçonaria, isto é, satanistas dedicados trabalhando para implantar a Nova Ordem
Mundial do Anticristo.

a)Arthur Edward Waite, historiador e autor ocultista. Noutros artigos citamos muito esse autor, observando que seus livros são sempre publicados por uma editora maçônica bem conhecida e estabelecida.

b)Dr. Wynn Westcott – membro da Sociedade Rosa-cruz e membro fundador da Ordem Hermética da Alvorada Dourada, uma das sociedades secretas mais satânicas que existem e altamente ativa no estabelecimento da vindoura Nova Ordem Mundial do Anticristo. Você não acha extremamente esclarecedor saber que o fundador dessa sociedade secreta também era maçom?

c)S. L. MacGregor Mathers – co-fundador da Ordem Hermética da Alvorada Dourada Assim, vemos que ambos os fundadores dessa sociedade secreta satânica eram maçons.

d) Dr. Gerard Encausse – membro dos Illuminati e líder do grupo conhecido como ‘Martinismo’. De acordo com Albert Mackey, um maçom de Grau 33, “Os graus do Martinismo envolvem os deleites (prazeres) dos místicos” [Albert Mackey, Encyclopedia of Masonry, pg 552]. Os “deleites dos místicos” aqui é um eufemismo para sexo. Em alguns artigos, já observamos que a Maçonaria utiliza o simbolismo do círculo com um ponto no meio para representar o sexo. Em outros artigos, também observamos o simbolismo sexual inerente nos escritos maçônicos. Os maçons “adoram a criatura em lugar do Criador”, exatamente como quaisquer outros pagãos na história mundial. Novamente, esse fato é umas das razões por que insistem em absoluto segredo, temendo a investigação pública.

e) Aleister Crowley – O infame satanista que fundou a religião ocultista de Thelema. Esse homem (mostrado na foto à esquerda) era tão vil e depravado que seus próprios contemporâneos os chamavam de “Mister 666” e sua própria mãe o chamava de “A Besta” do livro do Apocalipse.

Crowley não fundou a Ordem dos Templários do Oriente, mas controlou a organização por muitos anos. A OTO é uma sociedade secreta praticante de Magia Negra.

f) Dr. Theodore Reuss – Líder da ordem ocultista conhecida como O.T.O. (Ordo Templi Orientis, ou Ordem dos Templários do Oriente). Reuss foi um prolixo autor ocultista que deu a Aleister Crowley a liderança da OTO em Londres. Mostramos em seguida o logotipo oficial da OTO, obtido na Internet. A ilustração representa o abismo negro do Inferno. Aparentemente, é a entrada do Inferno, com as colunas no estilo maçônico em cada lado e o símbolo ocultista/maçônico alado no alto. Os Olhos Que Tudo Vêem observam todos os que entram pelas portas. A Maçonaria é idêntica aos Mistérios”, disse Albert Pike; portanto, essa cena das Portas do Inferno é Maçonaria.

g) George Pickingill – renomado bruxo-mestre da Inglaterra do século XIX e líder do ‘conciliábulo Pinkingill’.

h) Manly P. Hall – Rosa-cruz, autor maçônico, e fundador da Sociedade de Pesquisa Filosófica. Hall é reconhecido mundialmente como um dos mais prolixos autores maçônicos. Foi ele que disse que os companheiros maçons podem ter “as energias ardentes de Lúcifer nas mãos” quando compreenderem os profundos segredos da Arte. Como Hall era ao mesmo tempo rosa-cruz e maçom, queremos mostrar-lhe a Cruz Rosa-Cruz, para que você possa ver as terríveis blasfêmias
da Maçonaria. Observe atentamente como eles cobriram a preciosa cruz do Calvário com os mais profundos e malignos símbolos de satanismo! Você pode ver quatro pentáculos em pé, representando Lúcifer e cobrindo cada uma das pontas da cruz; em seguida, pode ver um hexagrama logo abaixo do centro, provavelmente destinado a lançar uma “maldição” na cruz do nosso Salvador!

Pessoal, essa é a verdadeira natureza da Maçonaria. A Maçonaria reverencia muito a Sociedade Rosa-Cruz, e tem até mesmo um grau dedicado a ela, chamado “Cavaleiro Rosa-Cruz”, o Décimo Oitavo Grau! Mais uma vez, a verdadeira natureza satânica da Maçonaria fica bem clara.

i) Gerald B. Gardner – Fundador do moderno reavivamento de Wicca, que tem um estilo de feitiçaria nomeado em sua homenagem, o “Estilo Gardneriano de Feitiçaria”.

j) Alex Sanders – Conhecido como “Rei de todos os Feiticeiros”, em Londres, foi um dos feiticeiros mais influentes após Gardner. Também tem um estilo de feitiçaria nomeado em sua homenagem, a “Feitiçaria Alexandrina”.

k) Eliphas Levi – um dos maiores autores ocultistas do século XIX. Doc deixa de dar a devida ênfase aqui. Levi é conhecido como “a maior autoridade ocultista do século XIX”. Ele criou uma imagem extremamente obscena de Baphomet para representar Satanás. “O desenho do Baphomet de Levi mostra sua ênfase no sexo, pois criou Baphomet como um ser andrógino [masculino e feminino]. Satanás, como o Baphomet, freqüentemente é retratado como uma deidade hermafrodita, que tem
falo de homem e seios de mulher. Em um livro sobre feitiçaria, The Complete Book of Witchcraft and Demonology, encontramos uma figura do Baphomet. A legenda diz que ele era o ‘deus cornífero dos feiticeiros, o sexo encarnado’. Essa figura mostra o Baphomet fazendo o sinal da tríade do Diabo com sua mão direita. [Dra. Burns, Masonic and Occult Symbols Illustrated]

O espírito-guia de Eliphas Levi levou-o a níveis de compreensão da feitiçaria que poucos homens na história já atingiram. Suas ilustrações são consideradas inigualáveis no mundo ocultista, e ele não somente foi contemporâneo de Albert Pike, mas também exerceu influência sobre ele. [Arthur Edward Waite, Some Deeper Aspects of Masonic Symbolism, Kila, Montana, reimpresso por Kessinger Freemasonry Publishing Co.] Arthur Wait disse a respeito de Levi: “…. certamente um dos mais destacados expoentes continentais da ciência ocultista que o século XIX produziu, e seus escritos têm uma elevada estima nas escolas modernas da alta magia.” [Waite, citado no livro de Levi, The History of Magic, no catálogo da Kessinger, para influenciar o leitor a comprar o livro de Levi.]

Albert Pike [maçom de Grau 33, Grande Comandante da Jurisdição Sulista] foi, portanto, muito influenciado por Levi em suas opiniões a respeito de Lúcifer. Já citamos Pike em Morals and Dogma [pág. 567, ensinos para o Vigésimo Oitavo Grau] em que identifica Lúcifer como o portador de luz da Maçonaria, a “Luz” à qual os maçons fazem o juramento de trabalhar para alcançar. Ouça Levi falar sobre Lúcifer: “XXXVIII: O que é mais absurdo e ímpio do que atribuir o nome de Lúcifer ao Diabo, isto é, ao mal personificado? O Lúcifer intelectual é o espírito da inteligência e do amor; é o paráclito [o defensor]; é o Espírito Santo, onde o Lúcifer físico é o grande anjo do magnetismo pessoal.” [Eliphas Levi, The Mysteries of Magic, A Digest of the Writings of Eliphas Levi]

10) Existem mulheres na Maçonaria?

A maioria dos maçons fica chocado ao saber que as mulheres também podem ingressar na Maçonaria, pois foram levados a acreditar que ela esteja aberta somente aos homens. No entanto, um segredo é que as mulheres podem tornar-se co-maçons, ingressando como membros plenos, normalmente em companhia de seus maridos. Você pode ver os dois símbolos da Co-Maçonaria que descobri, juntamente com figuras gerais de mulheres em seus trajes maçônicos. A Co-
Maçonaria produziu algumas líderes realmente importantes no movimento da Nova Ordem Mundial. Veja as explicações de Marquis:

Contrariamente à crença popular, as mulheres também podem ingressar na Maçonaria. No livro de Albert Mackey, Encyclopedia of Masonry, (pág. 307), há uma lei da Maçonaria que é conhecida como Lei de Salique. Ela diz que as mulheres não podem se tornar maçons; no entanto, no passado, algumas mulheres foram aceitas. Alguns exemplos são.

a) A nobre Sra. Aldsworth – [mostrada na figura anterior] – por volta de 1735, recebeu o primeiro e o segundo graus na Loja 44, em Doneraile, Irlanda.

b) Sra. Beaton – morava e recebeu sua iniciação em Norfolk, Inglaterra.

c) Madame de Xaintrailles – iniciada na Loja Francesa durante o final do século XIX.

d) Elizabeth St. Leger – iniciada em 1710, aos dezessete anos.

e) Condessa Barkoczy, da Hungria – foi iniciada na Loja Húngara da Maçonaria.

11) Existem exemplos de mulheres ocultistas que pertenceram à Maçonaria?
Sim!

a)Madame Helena Petrovna Blavatsky – fundadora da ocultista Sociedade Teosófica, foi iniciada na Maçonaria durante a primeira parte do século XIX. Aqui, Marquis deixa de dar a devida a importância dos fatos. Blavatsky foi a fundadora de uma das sociedades secretas mais satânicas que existem! Entre as pessoas que aprenderam satanismo com ela estão Adolf Hitler e alguns de seus homens, Lênin e alguns outros líderes comunistas. Hitler, particularmente, considerava os ensinos de Blavatsky cruciais para suas doutrinas satânicas, especialmente o tratado que ela escreveu, A Doutrina Secreta. O holocausto nazista ocorreu em grande parte em decorrência dos ensinos de Blavatsky! Aqui, vemos que ela também pertenceu à Maçonaria.

b)Annie Besant – líder da profundamente satânica Sociedade Teosófica.

c) Alice A. Bailey – Sucedeu Annie Besant como líder da Casa da Teosofia. Alice e seu marido [Foster Bailey, um maçom de Grau 32] foram membros da Co-Maçonaria. Alice Bailey fundou a editora Lúcifer Trust, com o propósito expresso de publicar os livros de Nova Era que seriam escritos em grande quantidade dali para a frente. Após perceber que a maioria das pessoas tinha
aversão ao nome de Lúcifer, ela mudou o nome da editora para Lucis Trust.

12) Assumindo, então, que muitos membros maçons estão interessados, ou envolvidos no ocultismo, quais são as verdadeiras doutrinas religiosas dos maçons?

O que precisamos dizer para a multidão é: “Adoramos a um deus, mas é um deus adorado sem supertição.’ A vós, Soberanos Grande Inspetores Gerais [maçons de Grau 33], dizemos isto… para que repitais aos irmãos dos Graus 32, 31 e 30… A religião maçônica deve ser, por todos os iniciados nos graus mais elevados, mantida na pureza da doutrina luciferiana… Sim, Lúcifer é Deus, e infelizmente, Adonai [Deus da Bíblia Sagrada] também é Deus… a doutrina do satanismo é uma heresia; e a religião pura e verdadeira é a crença em Lúcifer, que é igual a Adonai; mas Lúcifer, Deus da Luz, Deus do Bem, está lutando em favor da humanidade contra Adonai, o Deus das Trevas e do Mal.” [Lady Queenborough, Occult Theocracy, pg 220-221, citando uma carta de Albert Pike, aos Supremos Conselhos Mundiais, em 14/7/1889.]

A Maçonaria contra-atacou essa carta, afirmando que era uma falsificação. No entanto, precisa responder ao fato que essa adoração a Lúcifer também é explicada nos dois livros monumentais de Pike, Morals and Dogma, e Magnum Opus. Tudo o que está contido nessa carta também está contido nesses dois livros.

Finalmente, a história não registra que a Maçonaria alguma vez tenha processado Lady Queenborough por calúnia e difamação. Certamente, como a carta é tão condenatória, a Maçonaria teria feito todo o possível para limpar seu nome, até ao ponto de processar. A absoluta falta de ação deles comprova a verdade da afirmação de Lady Queenborough que essa carta de Albert Pike é genuína.

13) Espere um minuto! Você está dizendo que a ‘luz’ que a Maçonaria procura, vem de Lúcifer?

“LÚCIFER, o portador da luz… É ele quem porta a luz? Não duvides!” [Albert Pike, Morals and Dogma, pg 321; ênfase no original]

14) Espere aí! Lúcifer, ou Satanás não é o deus das trevas? O maligno?

“O verdadeiro nome de Deus, dizem os cabalistas, é Yahweh (DEUS) invertido; pois Satanás não é um deus negro, mas a negação de Deus. Para os iniciados, não é uma Pessoa, mas uma Força…” [Albert Pike, Morals and Dogma, pág. 102]

A afirmação de Pike, em uma carta, mencionada anteriormente, define o puro satanismo. Eles acreditam que Deus e Lúcifer são Deuses iguais, eram concorrentes no Jardim no Éden, com Adonai, o Deus da Bíblia Sagrada obtendo uma “vitória temporária”. No entanto, os ocultistas acreditam que, na batalha do Armagedom, Lúcifer destronará Adonai e se apoderará do seu trono de direito nos céus. Todos os luciferianos, incluindo os Iluministas, acreditam nisso de todo o coração. Adonai é o Deus cruel, conforme demonstrado pelo fato de ordenar que os israelitas nos tempos do Antigo Testamento matassem populações inteiras de pessoas pelo único pecado de adorarem a Lúcifer, seu adversário; Lúcifer, por outro lado, não tem esse histórico de matanças e é considerado o Deus do Bem.

Além disso, chamando Lúcifer, ou Satanás, de Força, em vez de Pessoa, Pike cumpre a profecia bíblica referente ao Anticristo. Em Daniel 11:38, lemos: “Mas em seu lugar honrará a um deus das forças”. Nem Albert Pike nem qualquer outro luciferiano sabe que está cumprindo as profecias bíblicas sobre o Anticristo. No entanto, a doutrina deles sobre Jesus Cristo também cumpre precisamente a definição bíblica do Anticristo.

15) Satanás, pode, então, ser entendido como Deus, a fonte da Luz?

“Para formar uma ideia de Deus …. a Cabala o imaginou como a ‘luz mais oculta’. [Albert Pike, Morals and Dogma, pág. 740]

16) Como a religião maçônica é a “frente” para a religião dos iluministas, a “luz” maçônica é a “luz” dos iluministas?

“O resultado é luz ou iluminação. Tais são os Iluministas” [J. D. Buck, maçom de Grau 33, em Mystic Masonry, introdução, pág. XI]

Novamente, vemos a Maçonaria culpada de ser luciferiana pelas palavras de seus próprios autores. É realmente muito ruim que 95% de todos os maçons não separem tempo para ler os mesmos livros que nós, e outros autores cristãos, já lemos. Esses maçons não fizeram nem uma fração da pesquisa que já fizemos; no entanto, preferem acreditar nas mentiras dos seus superiores.

17) O candidato a maçom não aprende a verdade sobre a religião e o deus da Maçonaria quando ingressa na Loja Azul, onde recebe os três primeiros graus?

“Os graus da Loja Azul são apenas o pátio exterior, ou o pórtico do Templo. Alguns símbolos são mostrados ali para o iniciado, mas ele é intencionalmente enganado com falsas interpretações. Não se deseja que ele compreenda o significado dos símbolos, mas que apenas pense que compreende.” [Albert Pike, Morals and Dogma, pág. 819; ênfase acrescentada]

Todos os maçons precisam ler e reler o parágrafo acima, pois é muito esclarecedor. Pike acaba de dizer para seus Adeptos do Trigésimo Grau que podem livre e intencionalmente enganar os maçons de graus mais baixos. Esses pobres homens devem imaginar que compreendem os símbolos da Maçonaria! Essa mentira audaz vem do Maligno, de Satanás, não do Deus Santo da Bíblia!

18) Quem, então, tem a permissão de conhecer a verdade, e o que realmente acontece na Maçonaria?

“Precisamos criar um super-rito, que permanecerá desconhecido, ao qual chamaremos aqueles maçons de graus elevados (do trigésimo para cima), a quem selecionaremos. Com relação aos nossos irmãos na Maçonaria, esses homens precisam jurar manter o mais rígido segredo. Por meio desse rito supremo, governaremos toda a Maçonaria, que se tornará o centro internacional, o mais
poderoso, porque sua direção será desconhecida” [carta datada de 22/1/1870 de Albert Pike para o líder da Ordem dos Illuminati, Giuseppe Mazzini].

19) Você está dizendo que a Maçonaria é somente uma encenação e que há algo mais por trás dela?

“Isso serviu de base à nossa organização da Maçonaria secreta, que ninguém conhece e cujos desígnios não são sequer suspeitados pelos tolos gentios, atraídos por nós ao exército visível das lojas, a fim de desviar os olhares de seus próprios irmãos…. Quem poderá derrubar uma força invisível? Nossa força é assim. A Maçonaria externa serve unicamente para cobrir nossos desígnios; o plano de ação dessa força, o lugar que assiste, são inteiramente ignorados do
público. [Protocolo dos Sábios de Sião, Protocolo 11, Protocolo 4] Os Protocolos dos Sábios de Sião são o documento mais declaradamente satânico na história mundial! Eles relacionam sistematicamente todas as etapas necessárias para estabelecer a Nova Ordem Mundial e o Anticristo. É algo muito sério os Protocolos afirmarem que a Maçonaria existe somente para desviar os olhares dos Iluministas. Novamente, vemos a crença deles, afirmada por Pike anteriormente,
que um super-rito, que é totalmente desconhecido, promoverá os interesses dos Iluministas poderosamente. A Maçonaria está sendo usada pelos Iluministas para desviar os olhares das pessoas, e para trazer a Nova Ordem Mundial.

20) Então, se a Maçonaria é apenas uma encenação exterior, o que está realmente tentando esconder por dentro?

“SOCIEDADES SECRETAS – Mas, esperando nosso advento, criaremos e multiplicaremos, pelo contrário, as lojas maçônicas em todos os países do mundo, atraindo para elas todos os que são ou possam ser agentes proeminentes. Essas lojas formarão nosso principal aparelho de informações e o meio mais influente de nossa atividade. Centralizaremos todas essas lojas em uma administração que somente nós conheceremos, composta pelos nossos Sábios. As lojas terão seu representante, atrás do qual estará escondida a administração de que falamos, e será esse representante quem dará a palavra de ordem e o programa. Formaremos nessas lojas o núcleo de todos os elementos
revolucionários e liberais. Elas serão compostas por homens de todas as camadas sociais. Os mais secretos projetos políticos ser-nos-ão concedidos e cairão sob a nossa direção no próprio momento em que apareçam. No número dos membros dessas lojas se incluirão quase todos os agentes da polícia nacional e internacional, … porque seu serviço é insubstituível, para nós, visto como a
polícia, pode não só tomar medidas contra os recalcitrantes, como cobrir nossos atos, criar pretextos de descontentamentos, etc… Aqueles que entram para as sociedades secretas são ordinariamente ambiciosos, aventureiros, e em geral, homens na maioria levianos, com os quais não teremos grande dificuldade em nos entendermos para realizar nossos projetos.” [Protocolos dos Sábios de Sião, Protocolo 15]

21) Ninguém nunca tentou advertir o público sobre a conexão Maçonaria/Iluministas e suas atividades antes?

Sim! Muitas pessoas tentaram, mas poucas foram ouvidas. Todas as advertências seguintes são de indivíduos que eram proeminentes na política, na vida acadêmica e líderes religiosos. Não eram “sensacionalistas” nem eram “profetas do Apocalipse”; todos eram indivíduos altamente qualificados e respeitados em seus campos de atuação.

a) Presidente George Washington, 1785, em uma carta ao reverendo G. W. Snyder: “Reverendo, não era minha intenção duvidar que a doutrina dos Iluministas – os princípios do Jacobinismo – não tinham se espalhado pelos Estados Unidos. Pelo contrário, ninguém está mais satisfeito com esse fato do que eu”. Pouco antes de morrer, o Presidente Washington estava bem ciente que o ramo radical da Maçonaria, os Iluministas de Adam Weishaupt, tinha alastrado seu veneno para os EUA.

b) Em 1798, o Professor John Robinson advertiu os líderes maçons que os Iluministas estavam se infiltrando nas lojas.

c) Reverendo Jedidiah Morse (pai de Samuel Morse) pregou em 1798: A Ordem dos Illuminati tem suas filiais estabelecidas e seus emissários trabalhando nos EUA.”

d) David Pappen, Presidente da Universidade de Harvard, em 19/07/1798, fez uma advertência à classe dos formandos em uma aula sobre a influência que os Iluministas estavam exercendo na política e na religião nos EUA.

e) John Quincy Adams, que em 1800 opôs-se a Thomas Jefferson na disputa pela Presidência, escreveu três cartas ao coronel William L. Stone, expondo como Jefferson estava usando as lojas maçônicas para os propósitos subversivos dos Iluministas. Acredita-se que as informações contidas naquelas cartas ajudaram Adams a vencer a eleição. Elas ficaram expostas na Biblioteca da Praça Rittenburg, em Philadelphia.

f) Dr. Joseph Willard, Presidente da Universidade de Harvard, disse em 4 de julho de 1812, à classe dos formandos: “Existem evidências suficientes que diversas sociedades dos Iluministas estabeleceram-se neste pais. Elas estão trabalhando para solapar secretamente todas as nossas antigas instituições, civis e religiosas. Essas sociedades estão claramente coligadas com suas congêneres na Europa… Vivemos em um período alarmante. Os inimigos de toda a ordem estão procurando nossa ruína. É claro que se a infidelidade prevalecer, nossa independência cairá e nosso governo republicano será aniquilado.”

Vivemos no tempo final que o Presidente Willard, da Universidade de Harvard, temia; os inimigos das nossas liberdades estão próximos de alcançar seus objetivos. Quando pessoas qualificadas como essas puderam ver a conspiração para destruir nossas liberdades, por que muitas pessoas ainda duvidam?

g) O primeiro-ministro britânico Sir Winston Churchill, disse em 1920, três anos após os bolcheviques tomarem o poder na Rússia: “Desde os dias de Weishaupt (codinome Spartacus) aos de Karl Marx, aos de Trotsky … essa conspiração mundial .. tem crescido continuamente. Essa conspiração teve um papel definitivamente reconhecível na tragédia da Revolução Francesa. Foi a mola principal de todo movimento subversivo durante o século XIX; e agora, finalmente, esse grupo de personalidades extraordinárias do submundo das grandes cidades da Europa e da América tomou o povo russo pelos cabelos de suas cabeças e tornou-se praticamente o dono incontestável daquele enorme império.” O Plano para a Nova Ordem Mundial que está em operação requereu a criação deliberada do comunismo. No entanto, ficamos chocados quando encontramos essa
citação de Winston Churcill dizendo ao mundo em 1920, que os Iluministas tinham criado o comunismo!

h) A famosa historiadora e autora inglesa Nesta Webster, em seu livro World Revolution, publicado nos anos 20, na página 78, diz: “Embora esses eventos (os estágios iniciais da Revolução Francesa de 1789) estivessem ocorrendo na Europa, o Novo Mundo (os EUA) estavam sendo influenciados pelos Iluministas. Em 1786, uma Loja da Ordem dos Iluministas foi inaugurada na Virgínia, e foi seguida por quatorze outras, em diferentes cidades.”

i) O Relatório do Comitê de Investigação Sobre a Educação, do Senado da Califórnia, dizia em 1953: “O assim chamado comunismo é aparentemente a mesma hipócrita e mortal conspiração mundial para destruir a civilização que foi fundada pela Ordem Secreta dos Iluministas, na Bavária, em primeiro de maio de 1776 e que ergueu sua cabeça em nossas colônias aqui no período crítico antes da adoção da nossa Constituição Federal.”

Essa afirmação é inacreditável, não pelo conteúdo, mas pela fonte – o Senado da Califórnia Sobre a Educação! Sempre fico admirado em ver como o conhecimento de uma geração pode ser enterrado pelas gerações posteriores. Verdadeiramente, cada geração precisa conquistar suas próprias liberdades.

22) Quando os maçons tornaram-se parte dos Iluministas?

“Em 16 de julho de 1782, no famoso Congresso de Wilhelmsbad, próximo da cidade de Hanau, em Hesse-Cassel. Esse Congresso foi iniciado por Ferdinando, Duque de Brunswick, Grande Mestre da Ordem da Observância Rígida.” [Albert Mackey, Encyclopedia of Freemasonry, pág. 1006].

23) O que aconteceu nesse encontro?

Adam Weishaupt, e seu braço direito, o Barão Adolf Von Knigge (ambos eram maçons naquele tempo) comparecerem ao Congresso de Wilhelmsbad; eles tinham se reunido com os representantes dos 23 Supremos Conselhos do mundo maçônico e os convenceram, após trinta sessões, a seguir o Plano de Sete Partes dos Iluministas para a criação de uma Nova Ordem Mundial.

24) Como fizeram isso?

No final das trinta reuniões com os Conselhos, os representantes do mundo maçônico assinaram um documento, cada qual com seu próprio sangue, que seguiriam o Plano de Sete Partes dos Iluministas para o estabelecimento da Nova Ordem Mundial.

25) Os maçons não têm conhecimento sobre esses fatos?

A maioria não tem. Praticamente 95% dos maçons não têm a menor ideia do que realmente acontece em suas próprias lojas. Somente os maçons do Trigésimo Grau para cima é que podem conhecer esses segredos. Desses, somente 5% conhecem toda a verdade, por terem sido iniciados na Ordem dos Iluministas. Na maioria das vezes, um Iluminista entrará nas fileiras da Maçonaria somente para continuar o processo de infiltração. Eventualmente, esse Iluminista se tornará um dos maçons de alto nível e poderá, portanto, controlar melhor o mundo maçônico por causa de seu elevado grau e poder.

Quem tem ouvidos para ouvir, OUÇA!

10 Comments

  1. Adilson Moreira dos Santos

    As igrejas que defendem ou não se importam com maçons em seu meio usam algumas passagens bíblicas para afirmarem que nós, membros do Corpo de Cristo, não podemos julgar os outros, dificultando sobremaneira os crentes fiéis a se posicionarem contra (isso em algumas denominações). Por outro lado, a atração do secreto e do apoio para crescer financeiramente, já que julgam a maçonaria simplesmente como uma sociedade filantrópica e cristã, atrai os incautos ambiciosos. Por fim parece que o interesse da maçonaria é arrebanhar o maior número de pessoas para a defenderem “inocentemente”, pois há o dito pelos “crentes” maçons: “uma vez maçom, sempre maçom”. Infelizmente Jesus nunca foi suficiente na vida dessas pessoas e têm que correr atrás de fábulas. Graça e paz do Senhor a todos os amados Nele.

  2. edmilson pereira

    Certo é que no final dos tempos é que a verdade virá á tona e quem ouvir a verdadeira voz de Deus é que sobressairá de encontro ao Deus verdadeiro e o restante de enganosos não sairão impunes e com certeza serão lançados ao fogo. Alí haverá muito choro e ranger de dentes pelo não arrependimento e entrega á Jesus que veio como salvador de uma nação iníqua.

  3. Neste recorte do artigo […] A maioria não tem. Praticamente 95% dos maçons não têm a menor idéia do que realmente acontece em suas próprias lojas. […] isto é plena verdade e vai mais além; e é por este motivo que estes maçons dentro deste percentual são considerados como “bodes” ou maçons visíveis pela elite maçônica. Esta minoria são os genuínos maçons que são os realmente ocultos por serem detentores dos segredos não revelados para esta casta inferior; porque uma vez se eles soubessem; ao deserdarem se da sociedade secreta tornariam lhos públicos. Os maçons legítimos reconhecem os visíveis; cujos, não sabem que eles são, pois eles nunca se identificam como membros da fraternidade. Estima se que apenas 3% dos maçons desta sociedade são os legítimos, pois eles detêm o pleno e ultra secreto conhecimento desta sociedade secreta e sobre os seus fins. Conhecimento exclusivo que destina se apenas aos invisíveis que estão nos níveis superiores ao grau 33 que é a graduação máxima atingida por esta maioria visível. Por isto é que os maçons do máximo grau [33] não sabem a quem servem! São bodes por não conhecerem a verdade suprema desta seita-sociedade; de homens. Corrigido.

  4. Miguel Resplande

    Gostaria que vc falasse sobre a teoria de Lilith, a suposta primeira mulher de Adão…

    • Evangelho Perdido

      Irmão Miguel,

      sobre a teoria de Lilith, não passa de apenas isso: UMA TEORIA.. completamente anti-bíblica.

      Um abraço carinhoso.

  5. Maria do Carmo Lincoln Paes

    Estou estudando a maçonaria. Cada dia me assusto e me espanto um pouco mais…como pode ter atraído tanta gente, feito a lavagem cerebral que fez e estar protegida por uma pseudo religião, e, na verdade, oculta o satanismo. O ocultismo não pertence a Deus!

    • Tiw

      o agente de tudo isso se chama dinheirooooooooo , as pessoas estão cegas e presas no mundo maerial ,

  6. David Costa

    olá tudo bem ? estou adorando os seus artigos, enriqueceu-me muito.
    Tem um fato curioso envolvendo a maçonaria, no qual as lojas maçônicas devem estar voltadas ao sol ou simplesmente ao oriente onde é que o sol nasce na terra. Contudo, Deus abomina a maçonaria, um exemplo disso está na bíblia em EZEQUIEL 8;16 que diz:
    E disse-me: Viste, filho do homem ? Verás ainda abominações maiores do que estas.
    E levou-me para átrio interior da casa do Senhor, e eis que estavam á entrada do templo do Senhor, entre o pórtico e o altar, cerca de vinte e cinco homens, de costas para o templo do Senhor e com o rosto para o ORIENTE, e eles adoravam o SOL, virados para o ORIENTE.

  7. francisco chaves

    Por isso nunca se engane quando um dito popular se espalha no inconsciente das pessoas, tem sempre um fundo de verdade.Nunca gostei de mentiras e sempre disconfiei dessas sociedades secretas, pois tudo que tem segredo, tem mentiras e a verdade acaba sendo mascarado.Só os homens ambiciosos, aventureiros e levianos como eles próprio afirmam em seu livro entram para essas sociedades secretas do diabo.Até Joseph Smith fundador dos Mórmons era marçon e criou um evangelho anátema ao da Bíblia sagrada, pois como você pode ver pregam a mentira. Mas eu confio somente em Jesus Cristo, o meu Deus e único salvador.

  8. PAULO HENRIQUE SANTIAGO DE MENDONÇA

    Olá,

    Gostei muito desse artigo, pois ele vai ao encontro de quase tudo que eu penso sobre a maçonaria, essa instituição satânica, maldita, imunda, hipócrita e covarde. Tenho sido vítima dela no meu trabalho, onde há uma impregnação histórica dessa imundície. Estou escrevendo um testemunho e penso em mostrar a todas as pessoas envolvidas na obra do meu Senhor e Salvador Jesus Cristo. O cristianismo é completamente incompatível com a maçonaria. A maçonaria é uma instituição que forma Judas e existe para se anexar às reuniões cristãs, assim como Judas estava presente à mesa com Jesus, para denegri-la e perseguir os verdadeiros cristãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *