Devocional, Já morreu hoje?, Quer ser plenamente LIVRE?

Dêem FRUTO que mostre o arrependimento!

“Raça de víboras! Quem lhes deu a ideia de fugir da ira que se aproxima? Deem fruto que mostre o arrependimento!” (Mateus 3:7-8)

Você se acha bem confortável no que pensa já ter conquistado em relação a sua vida espiritual, amigo leitor? Quando você olha para a família feliz que formou, o emprego estável, uma boa reputação na comunidade cristã que frequenta, você se sente satisfeito? Você se acha um bom cristão?… Você é daqueles que creem que, uma vez SALVO, salvo para sempre, independentemente da vida que leva, dos pensamentos que enchem a sua cabeça, independentemente da infinidade de pecados não-confessados?

Olha pra mim.. Você realmente está levando a sério o que é ANDAR COM JESUS? Te ensinaram corretamente o quanto é difícil DESENVOLVER a nossa salvação e vencer no FINAL? Você tem realmente noção do quanto de morte é necessária, o quanto de intimidade e dependência do Espírito de Cristo são necessários para você realmente vencer o mundo e você mesmo?

Amigo leitor, você já pensou que a grande maioria entrará pela porta larga, que leva a perdição? Afinal, não basta nem sequer ser justo. Você compreende que precisa MUITO mais do que ser justo, já que até para os justos é difícil ser salvo?

“E, se ao justo é difícil ser salvo, que será do ímpio e pecador?” (1 Pedro 4:18)

Analisa comigo uma coisa… Não basta você PENSAR que é justo e viver uma vida despreocupadamente quanto a uma vida de santidade. Se a sua JUSTIÇA não estiver baseada apenas Nele em você, na graça, na força que uma vida de intimidade gera, não há justiça real aí, entende isso?? Ou seja, se não for através de uma vida em intimidade com Jesus, você não tem como ser considerado justo. Não há JUSTIÇA nenhuma fora Dele, amigo leitor. Veja o texto abaixo:

“…Não há nenhum justo, nem um sequer; não há ninguém que entenda, ninguém que busque a Deus. Todos se desviaram, tornaram-se juntamente inúteis; não há ninguém que faça o bem, não há nem um sequer. Suas gargantas são um túmulo aberto; com suas línguas enganam. Veneno de serpentes está em seus lábios. Suas bocas estão cheias de maldição e amargura. Seus pés são ágeis para derramar sangue; ruína e desgraça marcamos seus caminhos, e não conhecem o cainho da paz. Aos seus olhos é inútil temer a Deus” (Romanos 3:10-18)

Agora leia sequência deste texto:

“Mas agora se manifestou sem a lei a justiça de Deus, tendo o testemunho da lei e dos profetas; Isto é, a justiça de Deus pela fé em Jesus Cristo para todos e sobre todos os que crêem;” (Romanos 3:21,22)

Você só é considerado justo, amigo leitor, se a JUSTIÇA de Deus, que é a sua FÉ em Jesus, estiver atuando firme em seu interior. Olha pra mim… escute isso… “Os que crêem”, neste texto, não refere-se apenas ter uma convicção intelectual de fé em Cristo, mas deve-se demonstrar isso pelas obras.. Você deve dar FRUTO que MOSTRE seu arrependimento, sua fé:

“De que adianta, meus irmãos, alguém dizer que tem fé, se não tem obras? Acaso tal fé poderá salvá-lo?” (Tiago 2:14)

“Assim também a fé, por si só, se não for acompanhada de obras, está morta” (Tiago 2:17)

“Mas alguém dirá: ‘Você tem fé; eu tenho obras’. Mostre-me a sua fé sem obras, e eu lhe mostrarei a minha fé pelas obras” (Tiago 2:18)

Os textos acima precisam de alguma explicação? Tem alguma chance de você não ter entendido? Olha pra mim… Uma fé genuína, que tem poder de te salvar no final, é aquela que é demonstrada PELAS OBRAS. Se suas ações, suas obras, desmentem dia a dia isso, esteja muito certo que ela é completamente INÚTIL (Tg.2:20), demoníaca (Tg.2:19) e morta (Tg.2:26).

A maioria das pessoas que vive em pecado sistemático, com vícios (TV, comida, sexo, jogo de futebol, etc, não só drogas e bebidas), maledicência, desonestidade, mentira, tem uma mentalidade satânica que afirma: “Deus me ama muito e sei que Ele no final terá misericórdia de mim e me salvará”… Escute isso.. Essa é uma das principais armas que o diabo usa para convencer o pecador de continuar no pecado. Ele conhece a Bíblia, e sabe muito bem que se alguma pessoa realmente amasse a Deus, então DEMONSTRARIA isso pelas obras, pois é assim que revelamos o nosso verdadeiro amor por Ele:

“Porque nisto consiste o amor a Deus: em obedecer aos seus mandamentos” (1 João 5:3)

“Assim sabemos que amamos os filhos de Deus: amando a Deus e obedecendo aos seus mandamentos” (1 João 5:2)

“Aquele que diz: ‘Eu o conheço’, mas não obedece aos seus mandamentos, é mentiroso, e a verdade não está nele” (1 João 2:4)

Você está entendendo a profundidade disso tudo? Você está entendendo que apenas ter uma disposição intelectual de amor a Deus é inútil? Você, amigo leitor, tem que demonstrar isso com ações!

Medita comigo no texto a seguir. Note que interessante o paralelismo bíblico entre amor e obras:

“Contra você, porém, tenho isto: você abandonou o seu primeiro amor. Lembre-se de onde caiu! Arrependa-se e pratique as obras que praticava no princípio. Se não se arrepender, virei a você e tirarei o seu candelabro do seu lugar.” (Ap.2:4,5)

Percebeu? Após afirmar que lhes faltavam o amor, Jesus diz a eles que pratiquem obras, pois é desta forma que demonstramos o nosso verdadeiro amor para com Ele. Aquele que está em Cristo e não dá frutos [obras, resultados], ele simplesmente corta:

“Todo ramo que, estando em mim, não dá fruto, ele corta; e todo que dá fruto ele poda, para que dê mais fruto ainda.” (João 15:2)

O que você acha que significa esse CORTAR no texto, amigo leitor? Ou leu de qualquer jeito e nem meditou? Não é uma coisa boa de nenhum ângulo que se analise. Preste atenção no texto seguinte e veja para onde vão aqueles que são cortados por não produzirem as obras que demonstram o seu arrependimento:

“O machado já está posto à raiz das árvores, e toda árvore que não der bom fruto será cortada e lançada ao fogo.” (Mateus 3:10)

“Toda árvore que não produz bons frutos é cortada e lançada ao fogo.” (Mateus 7:19)

Percebe que toda sua convicção intelectual de ser um “seguidor de Jesus”, por si só, não vale nada?.. não vale coisa nenhuma? Você realmente acha que significa muita coisa um dia você ter levantado sua mão afirmando para sua comunidade que ACEITOU A CRISTO? Acha que isso lhe a garante alguma coisa?

“Cris, você hoje está sendo muito dura!”… Estou sendo muito clara, como talvez eu nunca tenha sido contigo, pois não há mais tempo. Você sabe quanto tempo de vida tem?.. Como eu posso não sentir URGÊNCIA em lhe dizer isso?… E, mesmo que você ainda veja o retorno de Cristo, Ele está às portas e você precisa rever sua vida HOJE diante Dele. E não fique se pegando na outra mentira satânica, além dessa de que por ter levantado sua mão você já está salvo, que é a demoníaca interpretação que após o arrebatamento, haverá uma chance de que os que foram “deixados para trás” ainda se arrependam. Olha pra mim.. Sua chance é agora!.. O tempo de você se arrepender é HOJE.. Cristo voltará e apenas os que o conhecem e ANDAM com Ele neste mundo demoníaco reinarão com o seu Rei.

A convicção intelectual de seguir a Cristo, por si só, não vale absolutamente nada se não for produzir um profundo arrependimento. Seguir a Cristo implica, inclusive, em tomar a sua própria cruz (Mt.10:38; Mt.16:24). De fato, todos os apóstolos morreram martirizados e muitos deles em uma cruz! Jesus nunca pregou em algum momento que quem quisesse segui-lo “venha, levante a mão e faça uma oração”. NÃO!!! O que Jesus e João Batista verdadeiramente disseram, amigo leitor? Que demonstrassem o seu genuíno arrependimento:

“Daí em diante Jesus começou a pregar: arrependam-se, pois o Reino dos céus está próximo” (Marcos 4:17)

“Ele dizia: arrependam-se, pois o Reino dos céus está próximo” (Mateus 3:2)

“O Reino de Deus está próximo, arrependam-se e creiam nas boas novas” (Marcos 1:15)

“E que em seu nome seria pregado o arrependimento para perdão de pecados a todas as nações, começando por Jerusalém” (Lucas 24:47)

Cadê suas obras? Cadê o fruto que EVIDENCIA para quem quiser ver o seu ARREPENDIMENTO na presença de seu Rei? Quase nenhuma igreja enfatiza isso, Meu Pai. A maioria das pessoas “levanta a mão” e volta para suas casas e continuam a vida exatamente como sempre foi. E continua assim nos próximos anos, achando firme que estão salvas e morrem pensando assim.

Ei.. presta atenção… Escute isso.. Não, você não está salvo ainda!!.. A salvação é o RESULTADO de sua vida de fé, não o começo dela.. Você está selado para CONSEGUIR VENCER, mas precisa confirmar isso dia a dia.. com suas OBRAS, suas AÇÕES. Na verdade, você está muito, muito longe de estar salvo, pois há muita morte do eu, muita renúncia ainda pela frente..

Já tomou a sua cruz?.. JÁ SE RENDEU A MORTE??…. Mas é claro que, o fato de você ter dado esse primeiro passo, diante de outras pessoas, afirmando que RENDEU-SE AO REI DOS REIS, é muito importante e necessário, pois “aquele que me negar diante dos homens, eu também o negarei diante do meu Pai que está nos céus.” (Mateus 10:33)

Mas compreende que esse ato não produz salvação nenhuma? Sem um genuíno e verdadeiro arrependimento nada de fato começou em seu interior e nenhuma salvação foi obtida (Mc.4:17; Mt.3:2; Mc.1:15; Lc.24:47; Jo.3:2)… Olha pra mim.. Não apenas precisa ter uma convicção intelectual (confessar Jesus), e ter arrependimento, como também tem que dar os frutos [obras] que demonstram o arrependimento.

“Dêem frutos que mostrem o arrependimento. E não comecem a dizer a si mesmos: ‘Abraão é nosso pai’. Pois eu lhes digo que destas pedras Deus pode fazer surgir filhos a Abraão.” (Lucas 3:8)

“Toda árvore é reconhecida por seus frutos. Ninguém colhe figos de espinheiros, nem uvas de ervas daninhas.” (Lucas 6:44)

“Dêem fruto que mostre o arrependimento!” (Mateus 3:8)

MAS QUE FRUTO É ESSE? O que precisa ficar evidente em mim para MOSTRAR meu arrependimento?

“E, assim, se alguém está em Cristo, é nova criatura, as coisas antigas já passaram; eis que tudo se fez novo” (2 Coríntios 5:17)

Quando a pessoa rende-se ao Senhorio de Cristo, ela é SELADA com o seu Espírito. E esse Espírito é como se fosse uma semente de vida divina, que precisa ser cultivada por ela, através de seu relacionamento com Jesus, para conduzi-la a tornar-se realmente UMA NOVA CRIATURA. Uma nova criatura que viverá nesse mundo demoníaco como Jesus viveu.. externando o DNA do Pai e do Filho..

Entende que ser NOVA CRIATURA não é tornar-se uma pessoa melhor, mais tratável, curada interiormente? É muito mais, amigo leitor. Muito mais. O texto fala claramente: “se alguém está em Cristo, é nova criatura” Se você não estiver em Cristo, ou seja, se você não formar Cristo em seu interior, você não está Nele e não evidencia esse DNA DIVINO que estou falando. E para você formar Cristo em seu interior, você precisa cultivar essa semente dia a dia até ela BROTAR e evidenciar o FRUTO que demonstra realmente seu arrependimento.

“Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva, e que permanece para sempre.” (1 Pedro 1.23)

“Qualquer que é nascido de Deus não comete pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode pecar, porque é nascido de Deus.” (1 João 3:9)

“E ele, respondendo, disse-lhes: O que semeia a boa semente, é o Filho do homem;” (Mateus 13:37)

Escute isso… Se você rendeu-se de verdade a Jesus, você foi selado com seu Espirito e tem essa semente de vida divina a partir de sua rendição a Ele.. Essa semente precisa brotar em seu interior e gerar FRUTO. A Parábola do semeador é uma analogia perfeita, pois quando a semente chega no coração de um Filho, cada um lida com ela de um jeito diferente.

A semente precisa brotar em você e gerar FRUTO. Que fruto é esse? Vamos analisar um dos mais conhecidos e IGNORADOS textos da Palavra. Vamos ler primeiro sobre o que está manifesto em você ANTES da semente brotar. Leia com atenção:

“Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne. Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis. Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei. Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, fornicação, impureza, lascívia, idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o reino de Deus.” (Gálatas 5:16-21)

Essas são as obras da carne, amigo leitor. São contra essas coisas aí que temos que MORRER. Se isso não acontecer, você NUNCA entrará no Reino, por mais que esteja acreditando nisso sua vida inteira. APENAS se você for guiado pelo Espírito de Cristo essas obras da carne descritas acima não atuarão em você, entende?

Agora, depois de selado com a semente de vida divina, aos poucos PRECISA começar a ficar evidente em você O FRUTO DO ESPÍRITO. E isto está em direto contraste com as obras da natureza pecaminosa em Gálatas 5:19-21, que descreve a vida das pessoas, em proporções diferentes, quando elas não conhecem a Cristo e, portanto, não estão sob a influência do Espírito de Cristo. Vimos as OBRAS DA CARNE… Então quais são as OBRAS DO ESPÍRITO?

“Mas o fruto do Espírito é: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, domínio próprio.” (Gálatas 5.22)

E o texto continua:

“Contra estas coisas não há lei. E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito.” (Gálatas 5:23-25)

Se você não CRUCIFICAR A SUA CARNE, você não MOSTRARÁ o fruto que evidencia o seu ARREPENDIMENTO.. “Dêem fruto que mostre o arrependimento!” E se não der fruto? “Todo ramo que, estando em mim, não dá fruto, ele corta; e todo que dá fruto ele poda, para que dê mais fruto ainda.” (João 15:2) Entende que você precisa MANIFESTAR em sua vida o Fruto do Espírito se é que você realmente um dia se rendeu ao Senhorio de Cristo e foi selado pelo seu Espírito?

O “Fruto do Espírito” é um termo bíblico que engloba nove atributos visíveis na vida de uma pessoa que verdadeiramente se RENDEU a Jesus, os quais estão enumerados em Gálatas 5:22-23: amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão e domínio próprio. As Escrituras nos ensinam que não são “frutos” individuais que podemos escolher. Antes, o FRUTO do Espírito é um só “fruto” com nove partes que caracteriza todos aqueles que verdadeiramente andam com Jesus. Este é o FRUTO que cada cristão deveria produzir na sua NOVA VIDA com Jesus Cristo. Esse é o FRUTO tão claramente descrito nos textos bíblicos neste artigo, associado a vencer ou não vencer no fim.. A ser salvo ou não ser salvo… Entende isso?

Você realmente está compreendendo este artigo? Está entendendo que há evidências, obras, ações específicas que você precisar deixar atuar em sua vida DILIGENTEMENTE?.. Não é uma opção. Quando é dito “carregar a sua cruz” e me seguir, o nível de morte envolvido passa por uma busca diária de GERAR esse FRUTO em seu interior, compreende isso?

Quero analisar contigo, com simplicidade, biblicamente, sem conceitos elaborados e complexos, cada um dos atributos do FRUTO de nove partes:

AMOR
O Espírito Santo inspira na alma aquele amor a Deus e aos homens que é o cumprimento da lei. “E nós conhecemos, e cremos no amor que Deus nos tem. Deus é amor; e quem permanece em amor, permanece em Deus, e Deus nele” (1 João 4:16). Com Jesus Cristo, o nosso principal propósito deve ser fazer tudo com amor. O amor é paciente, o amor é bondoso; o amor não é invejoso, não trata com leviandade, não se ensoberbece; não se porta com indecência; não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal. O amor não se deleita com a injustiça, mas folga com a verdade; tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor nunca falha (1 Coríntios 13:4-8).

ALEGRIA
Profundo regozijo de coração, tal como as bebedeiras e outras obras da carne jamais podem produzir… Essa alegria é a alegria “no Senhor” (Filipenses 4.4), e não por causa das circunstâncias. “A alegria do Senhor é a vossa força” (Neemias 8:10). Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus (Hebreus 12:2).

PAZ
Aquela paz de Deus que guarda o coração contra todas as preocupações e temores que pretendem invadi-lo (Filipenses 4.7).Sendo, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo (Romanos 5:1). Ora o Deus de esperança vos encha de todo o gozo e paz, em crença, para que abundeis em esperança, pela virtude do Espírito Santo. (Romanos 15:13).

LONGANIMIDADE
Paciência passiva debaixo das injúrias ou danos sofridos. Ânimo esticado ao máximo, em qualquer situação. Somos corroborados em toda a fortaleza, segundo a força da sua glória, em toda a paciência e longanimidade, com gozo (Colossenses 1:11). Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros, em amor (Efésios 4:2).

BENIGNIDADE
A bondosa disposição para com o próximo. Devemos viver na pureza, na ciência, na longanimidade, na benignidade, no Espírito Santo, no amor não fingido, na palavra da verdade, no poder de Deus, pelas armas da justiça, à direita e à esquerda. (2 Coríntios 6:6-7).

BONDADE
Beneficência ativa, sendo assim um passo além da benignidade. Nenhum tributo mais excelente poderia ser pago a Barnabé do que ter sido dito dele que era «homem bom», e isso por estar “cheio do Espírito Santo e de fé” (Atos 11.24). Pelo que, também, rogamos sempre por vós, para que o nosso Deus vos faça dignos da sua vocação, e cumpra todo o desejo da sua bondade, e a obra da fé, com poder (2 Tessalonicenses 1:11). (Porque o fruto do Espírito está em toda a bondade, e justiça e verdade) (Efésios 5:9).

FIDELIDADE (ou fé)
cf. Tito 2.10, onde a palavra é também assim traduzida. Algumas versões dizem “fé”; mas a tradução Fidelidade parece a mais correta.

MANSIDÃO
O temperamento especialmente Cristão de não defender com unhas e dentes os próprios direitos. Nosso Senhor associa bênção a essa virtude (Mateus 5.5), sendo um de Seus próprios atributos (Mateus 11.29 e 2Coríntios 10.1). “Irmãos, se algum homem chegar a ser surpreendido nalguma ofensa, vós, que sois espirituais, encaminhai o tal com espírito de mansidão; olhando por ti mesmo, para que não sejas, também, tentado” (Gálatas 6:1). Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros, em amor” (Efésios 4:2).

DOMÍNIO PRÓPRIO
Geralmente traduzido por “temperança” noutras versões; equilíbrio. A ideia sugerida é a do indivíduo que sabe controlar firmemente seus desejos e paixões; a palavra ocorre em Atos 24.35 e 2 Pedro 1.6. “Vós, também, pondo nisto mesmo toda a diligência, acrescentai à vossa fé a virtude, e à virtude, a ciência, e à ciência, domínio próprio, e ao domínio próprio, paciência, e à paciência, piedade, e à piedade, amor fraternal, e ao amor fraternal, amor” (2 Pedro 1:5-7).

“Permaneçam em mim, e eu permanecerei em vocês. Nenhum ramo pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Vocês também não podem dar fruto, se não permanecerem em mim.” …”Eu sou a videira; vocês são os ramos. Se alguém permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; pois sem mim vocês não podem fazer coisa alguma.” (João 15:4,5)

Amigo leitor.. Para que você dê fruto que MOSTRE o seu arrependimento, não é por sua força, entende? Você não conseguirá NUNCA isso sem Ele fazendo isso através de você. Por isso, não descuide dessa TÃO GRANDE SALVAÇÃO. Volte-se agora mesmo para o firme propósito de relacionar-se com Jesus de verdade. Conheça-o.. Viva por Ele.. Morra por Ele… Você tem tudo em você para vencer.. Ou seja, o próprio Espírito de Cristo atuando diariamente em seu interior. Então VENÇA!

Nossa carne pecaminosa produz certos tipos de fruto (Gálatas 5:19-21), e o Espírito de Cristo produz outros tipos de fruto (Gálatas 5:22-23). Ou seja, OBRAS DA CARNE X OBRAS DO ESPÍRITO.. Se você não manifestar as OBRAS DO ESPÍRITO, que é o seu FRUTO, você será cortado! E não é a Cris que está dizendo isso. ENCHEI-VOS DE ESPÍRITO, para que Viva.. e não morra!.. Não dê lugar ao diabo.

“Quanto à antiga maneira de viver, vocês foram ensinados a despir-se do velho homem, que se corrompe por desejos enganosos, a serem renovados no modo de pensar e a revestir-se do novo homem, criado para ser semelhante a Deus em justiça e em santidade provenientes da verdade” (Efésios 4:22-24)

Olha pra mim… Se você já confessou publicamente Jesus como o seu Senhor e Salvador  pessoal, único e suficiente (Atos 4:12) que veio em carne (1 João 4;2), tem um genuíno arrependimento consequente da conversão (Mateus 3:2), produz FRUTO (obras) que demonstram o seu arrependimento (Mateus 3:8), não vive uma vida de pecado pois as coisas velhas já se passaram e “sem santidade ninguém verá ao Senhor” (Hebreus 12:14), e desenvolve diariamente a salvação “com temor e tremor” (Filipenses 2:12), esteja certo, caro leitor, que aos olhos do Pai você é considerado JUSTO. Não pelos seus próprios méritos, mas pelo sangue de Jesus que agora nos purifica (1 João 1:7) e que nos torna Filhos de Deus para a prática das boas obras (Tito 3:5-8; Efésios 2:8-10).

Quem tem ouvidos para ouvir, OUÇA!

*****

Referências:

BANZOLI, Lucas. Como Vencer o Pecado.
BELO, Israel. Gálatas 5.22 – Domínio Próprio.
www.allaboutgod.com

2 Comments

  1. Alessandra

    Sensacional, muito esclarecedor, não apenas um alimento espiritual, mas um banquete.♡♡

  2. Petronio

    Chega de comodismo! Chega de doutrinas antropocêntricas! Nós é que somos os servos de Jesus e não o contrário. Devemos trabalhar para Ele esperando como recompensa o Reino que Ele nos prometeu, SOMENTE isso, não por benefícios terrenos.
    “Meu povo foi destruído por falta de conhecimento. Uma vez que vocês rejeitaram o conhecimento, eu também os rejeito como meus sacerdotes” (Oseias 4:6).
    “…muitos correrão de uma parte para outra, e o conhecimento se multiplicará.” (Daniel 12:4). A era do conhecimento já chegou! Busquemos as verdades de Cristo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *