Série "As Três Sementes"

Enxergando a Semente do Homem no Planeta! – Parte Final

SÉRIE DE ESTUDOS:
As Três Sementes

I Coríntios 6:2 – “Ou não sabeis que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o mundo deverá ser julgado por vós, sois, acaso, indignos de julgar as coisas mínimas?

No primeiro artigo sobre a Semente do Homem no planeta, vimos que um grupo foi sonhado na eternidade para abençoar. O outro grupo nasceu para ser abençoado, cuidado, direcionado, guiado até Deus e só dessa forma verá a Deus e o glorificará. Os Povos não estão de joelhos diante de Deus porque não estão vendo Deus em seus Filhos. Por isso estão gemendo, ansiando que as trevas tenham fim.

Neste artigo final sobre a Semente do Homem no planeta, vamos analisar outros textos que evidenciam esta semente na Bíblia. Vamos falar sobre o julgamento deste grupo e um pouco mais sobre suas características.

Esta série de estudo sobre “As Três Sementes” tem a intenção de mostrar que um Reino foi sonhado por Deus desde a eternidade. E, desde a eternidade também, Deus sonhou com um grupo de pessoas que seria O GOVERNO deste Reino. Estes foram plantados no planeta, cada qual no seu tempo na história, com a responsabilidade de vencer, de confirmar sua eleição, sua salvação. Esta é a Semente de Deus no planeta. Nasceu para ser DETENTORA da Luz de Deus, a luz dos povos.

A Semente do Homem, que é o tema deste artigo, está no planeta para OUTRO propósito. Eles nascem da vontade do homem e da carne e, conforme a vontade do Pai Eterno, continuam enchendo a terra. E essas multidões de homens e mulheres, estão aqui para serem cuidadas, direcionadas, guiadas, para glória de nosso Deus e alegria Sua. Esse foi o plano. Um Reino onde pessoas seriam abençoadas e cuidadas. E os Filhos nasceram para cuidar dessas pessoas.

Julgamento da Semente do Homem (os súditos do Reino de Deus)

Como já abordamos no artigo A Igreja vai passar pela grande tribulação, o arrebatamento será na ocasião da volta de Jesus e não secreto. Não serão duas vindas de Cristo, um aparecendo secreto no ar para os santos, e um retorno com os santos. Mas apenas uma única vinda.

E no momento de sua vinda, todos os filhos de Deus vencedores, que viveram uma vida na presença do Rei, que obedeceram a sua Palavra e morreram para o seu eu, ressuscitarão primeiro. Somente os filhos vencedores participarão da primeira ressurreição.

Apocalipse 20:6 – Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte; mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo, e reinarão com ele mil anos.” – Se é bem-aventurado quem tem parte na PRIMEIRA ressurreição, significa que no mínimo haverá uma segunda, certo? Mas vamos prosseguir.

O apóstolo Paulo também fala claramente da ressurreição dos justos no momento da volta de Cristo. Ele diz o seguinte: “Portanto o Senhor mesmo, dada a Sua palavra de ordem, ouvida a voz do Arcanjo, e ressoada a trombeta de Deus, descerá dos Céus, e os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro.” (I Tessalonicense 4:16) – A promessa da ressurreição imediatamente por ocasião da volta de Jesus é para “os mortos em Cristo” e somente para eles.

Lucas 14:14 – Feliz será você, porque estes não têm como retribuir. A sua recompensa virá na ressurreição dos justos”. 

As Duas Ressurreições

A Bíblia fala de duas ressurreições. Vamos analisar os textos: “Não vos maravilheis disto, porque vem a hora em que todos os que se acham nos túmulos ouvirão a Sua voz e sairão, os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida; e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo.” (João 5:28 e 29)

Você percebe? Nesta ressurreição uns ressuscitarão para a vida e, outros, para a morte. Então, não está falando da primeira ressurreição, pois na primeira, somente os Filhos Vencedores ressuscitarão. Trata-se de uma segunda ressurreição. E, nessa segunda ressurreição, o texto deixa claro que nem todos serão condenados, mas apenas os que tiverem praticado o mal. Veja o texto em Daniel: Multidões que dormem no pó da terra acordarão: uns para a vida eterna, outros para a vergonha, para o desprezo eterno. (Daniel 12:2) – Aqui também está falando da segunda ressurreição.

Continuemos agora construindo o quadro a partir da volta de Cristo. Ao soar a trombeta, os mortos em Cristo ressuscitam. E os vivos? O que acontecerá com eles? Vejamos o que diz Paulo com relação aos filhos de Deus vencedores por ocasião da vinda de Jesus que estiverem vivos:

I Tessalonicenses 4:17 – “Depois, nós, os vivos, os que ficarmos, seremos arrebatados juntamente com eles (os justos ressuscitados), entre as nuvens, para o encontro do Senhor nos ares, e, assim, estaremos para sempre com o Senhor.” 

I Coríntios 15:51 – “Eis que vos digo um mistério: nem todos dormiremos, mas transformados seremos todos, num momento, num abrir e fechar de olhos, ao ressoar da última trombeta. A trombeta soará, os mortos ressuscitarão incorruptíveis, e nós seremos transformados.”

Bem, vimos acima que os vivos e os mortos em Cristo foram arrebatados. Depois disso começa o milênio. Não pretendo neste artigo explanar os detalhes e a sequência dos acontecimentos escatológicos. Isso será para outro estudo. Quero apenas focar que os Filhos vencedores ressurretos julgarão os filhos dos homens no final. Depois dos mil anos, haverá o julgamento final, após uma nova e última ressurreição.

Quem julgará a semente do homem? Veja o texto:

I Coríntios 6:2“Ou não sabeis que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o mundo deverá ser julgado por vós, sois, acaso, indignos de julgar as coisas mínimas?”

Apocalipse 20:13“Deu o mar os mortos que nele estavam. A morte e o além entregaram os mortos que neles havia. E foram julgados, um por um, segundo as suas obras. – Essa ressurreição acontecerá depois dos mil anos. Ou seja, os Filhos de Deus não ressuscitarão aqui, mas estarão julgando juntamente com Jesus. Apenas a semente do homem será julgada nessa hora.

Mateus 11:23,24 “Tu, Cafarnaum, elevar-te-ás, porventura, até ao céu? Descerás até ao inferno;

Quais serão os grupos que ressuscitarão após os mil anos e serão julgados? porque, se em Sodoma se tivessem operado os milagres que em ti se fizeram, teria ela permanecido até o dia de hoje. Digo-vos, porém, que menos rigor haverá, no Dia do Juízo, para com a terra de Sodoma do que para contigo.” – O critério do Juízo dependerá de quanta luz a Semente do Homem teve em cada época, que cada um viveu. Cafarnaum viu coisas tremendas e sobrenaturais através de Jesus. Se Sodoma tivesse tido a mesma oportunidade, muitos se salvariam. Isso será levado em conta no dia do Juízo.

Estarão neste grupo todos os filhos dos homens que não foram predestinados, sonhados desde a eternidade e que morreram desde a fundação do mundo. E estes são o que eu chamo de Semente do Homem.

Estarão aqui também a Semente do Diabo. Ou seja, homens e mulheres que foram “gerados” por lúcifer, os chamados ímpios e joio pela Bíblia (assunto para a última parte desta série “As Três Sementes”).

Também estarão nessa ressurreição os Filhos de Deus que NÃO venceram, que descuidaram da benção que receberam, como na parábola das dez virgens. Os Filhos de Deus que NÃO venceram serão julgados por estarem ou não no Livro da Vida. E, os que não ressuscitaram na primeira ressurreição, com certeza é porque seus nomes foram riscados.

Para os Filhos de Deus, estar na segunda ressurreição é morte certa. Para os filhos dos homens, não. Para estes vai depender de suas obras, vai depender do que estiver escrito nos livros sobre seus atos.

Vamos analisar os trechos do texto abaixo, que é a descrição do que ocorrerá no final dos Mil Anos, tempo este que os Filhos Vencedores e o Cordeiro reinam sobre a terra antes da restauração final de Deus com a descida da Nova Jerusalém:

Apocalipse 20.11-15 – “Depois vi um grande trono branco e aquele que nele estava assentado. A terra e o céu fugiram da sua presença, e não se encontrou lugar para eles. Vi também os mortos, grandes e pequenos, de pé diante do trono, e livros foram abertos. Outro livro foi aberto, o livro da vida. Os mortos foram julgados de acordo com o que tinham feito, segundo o que estava registrado nos livros. O mar entregou os mortos que nele havia, e a morte e o Hades entregaram os mortos que neles havia; e cada um foi julgado de acordo com o que tinha feito. Então a morte e o Hades foram lançados no lago de fogo. O lago de fogo é a segunda morte. Se o nome de alguém não foi encontrado no livro da vida, este foi lançado no lago de fogo.” 

“Vi também os mortos, grandes e pequenos, de pé diante do trono, e livros foram abertos. Outro livro foi aberto, o livro da vida.” – Os livros são para julgar os filhos dos homens, a Semente do Homem. O livro da vida é para julgar apenas os Filhos de Deus, a Semente de Deus. O livro da vida será aberto e o nome do Filho de Deus que tiver sido riscado, este será condenado e morrerá eternamente. Esta é a segunda morte. Repare que o trecho “livros foram abertos. Outro livro foi aberto..” deixa claro que são para propósitos diferentes um do outro.

“Os mortos foram julgados de acordo com o que tinham feito, segundo o que estava registrado nos livros.” – Nestes livros estará todas as obras da Semente do Homem. Aqueles que tiverem obras boas, poderão entrar no reino e viver lá para sempre. Aqueles que tiverem obras más, serão destruídos e eliminados da terra. Observe que eu disse “destruídos e eliminados” e não que iriam arder eternamente no inferno (veja os artigos sobre isso clicando aqui).

“Se o nome de alguém não foi encontrado no livro da vida, este foi lançado no lago de fogo.” – Aqui, o autor apenas informa sobre o outro livro, que é diferentes dos “livros”. Neste trecho, somente refere-se aos Filhos de Deus, sonhados e predestinados desde a eternidade. E porque posso afirmar isso? Veja os textos abaixo sobre o Livro da Vida:

Apocalipse 17.8 – “A besta que você viu, era e já não é. Ela está para subir do abismo e caminha para a perdição. Os habitantes da terra, cujos nomes não foram escritos no livro da vida desde a criação do mundo, ficarão admirados quando virem a besta, porque ela era, agora não é, e entretanto virá.” – Que nomes podem ter sido escritos no livro DESDE A CRIAÇÃO DO MUNDO? Os nomes do Filhos de Deus, pois foram predestinados, sonhados desde a eternidade, antes de nascerem. E quem foram os que ficaram admirados quando viram a besta? Os filhos dos homens (semente do homem), cujos nomes NÃO foram escritos no livro da vida desde a eternidade. Muito claro, não é?

Apocalipse 3.5 – “O vencedor será igualmente vestido de branco. Jamais apagarei o seu nome do livro da vida, mas o reconhecerei diante do meu Pai e dos seus anjos.”  – Jesus jamais apagará o nome do Filho vencedor. Mas, se ele não vencer, seu nome será riscado.

Salmos 69:28 – “Sejam eles tirados do livro da vida e não sejam incluídos no rol dos justos.”

Como identificar quem é Filho de Deus e quem é Semente do homem?

Essa é uma pergunta que passou ou pode passar por sua cabeça. Então é melhor tratarmos logo sobre isso.

A Bíblia afirma que “O próprio Espírito testemunha ao nosso espírito que somos filhos de Deus.” (Romanos 8:16). – Os Filhos sentem no coração essa confirmação. Não é explicável, mas está no íntimo do Filho essa certeza.

“Qualquer que é nascido de Deus não vive na prática do pecado; porque a sua semente permanece nele; e não pode viver pecando, porque é nascido de Deus. Nisto conhecemos os filhos de Deus e os filhos do Diabo: qualquer que não pratica a justiça e não ama a seu irmão não é de Deus” (1 João 3.9,10). – Quem é nascido de Deus, que tem a Sua Semente no interior, não tem o pecado como algo comum. Ele pode até pecar, mas seu anseio interior é caminhar em santidade. Sua vontade é de fazer a vontade do Pai. Mas, a insistência no pecado pode extinguir o Espírito de Cristo no interior dessa pessoa e o seu nome ser RISCADO do Livro da Vida. E esse é o caminho para dos Filhos que NÃO vencerem: ele ficarão de fora do Reino.

João 8:4 – “Aquele que pertence a Deus ouve o que Deus diz. Vocês não ouvem porque não pertencem a Deus”.

Na verdade, NÃO temos que nos preocupar se somos Semente de Deus ou Semente do Homem.

Todos os atos dos dois grupos estão sendo registrados agora mesmo. A responsabilidade do Filho é maior, pois “a quem muito foi dado, muito será exigido; e a quem muito foi confiado, muito mais será pedido” (Lucas 12.48).

Aquele que é Filho de Deus precisa respirar e ansiar por uma coisa: tornar-se semelhante a Jesus em tudo. Levantar a mão para o pastor não lhe garante coisa nenhuma. Se sua vida não for debruçada na Palavra, buscando meditar dia a dia em como ser um servo santo e fiel, você corre um risco REAL de ter seu nome riscado do livro da vida. (veja um artigo sobre isso clicando aqui).

A Semente do Homem precisa também preocupar-se em andar de maneira correta, ser honesto, seguir os mandamentos de Deus. Se beber, não beba mais. Se está traindo a mulher, não traia mais. Se está mentindo, não minta mais, etc, etc. Mas coisas são requeridas dos Filhos que NUNCA serão requeridas da Semente dos Homem. Eles NÃO serão julgados pelo que não receberam, pelo que não lhes foi pedido, pela fé que não nasceram para ter. Eles serão julgados pelos atos de bem ou mal que cometerem. Portanto, a nossa preocupação NÃO É a qual grupo pertencemos.  Mas fazer a vontade de Deus, cada grupo executando o seu papel.

Quem é de Deus anda como o Messias andou. Segue os seus passos.

A Semente do Homem segue os passos dos Filhos de Deus. O Filho de Deus é a luz do mundo. Se essa luz não brilhar, a Semente do Homem geme e anda em trevas. A Semente do Homem não nasceu para ser sacerdote na terra, para ser representante de Deus onde pisar como o Filho nasceu. Eles apenas precisam de direção, solução, amor, cuidado, e precisam ver Deus nos Filhos para adorá-lo.

O evento no Pará chamado Círio de Nazaré é um exemplo claro desse clamor. É a maior romaria do Brasil. Multidões clamando por ajuda a uma santinha de 15 cm, agarrados numa corda. E isso só acontece porque a igreja não têm sido FAROL.

A Bíblia foi escrita para os Filhos de Deus.

Ela é um manual para seu crescimento e alimento essencial. O que confunde a maioria das pessoas é a existência de textos que são exortação e ordem DIRETA para um Filho de Deus e para mais ninguém. O Filho será julgado por coisas que a Semente do Homem não será. A maioria dos textos bíblicos são apenas para os Filhos de Deus.

Sabe aquela pessoa que você conheceu (pai, irmão, vizinho, colega de trabalho, filho) que sempre foi MUITO correto em tudo, honesto em tudo que colocou a mão. Que ajuda a quem precisa e de sua boca nunca se ouviu maledicência ou palavras de ofensa, mas nunca quis ir a uma igreja ou “seguiu” a Jesus nos moldes que todos conhecem, e quem você inclusive já pensou: “Fulano só falta ser crente?”

Preste atenção no que eu vou falar agora: Se você conheceu uma pessoa assim e seu coração está apertado e às vezes sangrando de dor porque ela já morreu e lhe disseram que ela foi DIRETO PARA O INFERNO porque nunca “aceitou” a Jesus, esteja certo que não é verdade.

A MAIORIA DA HUMANIDADE não nasceu com o propósito de Reinar e ser sacerdote sobre as nações. Se de fato o tal conhecido do exemplo acima era uma pessoa íntegra em tudo, será julgada conforme suas ações e provavelmente estará no Reino de Deus depois do julgamento.

Pois, se essa pessoa fosse Filha de Deus, ela teria se rendido a Cristo antes da morte. O que o Pai deu a Jesus, irá até ele. “Todo o que o Pai me dá virá a mim; e o que vem a mim de maneira nenhuma o lançarei fora. (João 6:37). Mas, depois que essa pessoa vai a Jesus, para não ser riscado do Livro da Vida só tem um caminho a seguir: os passos do seu Mestre.

Conclusão:

A igreja não é sal e luz porque não SABE que a maioria da humanidade anseia por isso desesperadamente. A Igreja acredita que no final, alguns poucos vão “subir” para o céu e o restante todo vai ter o que merece, que é queimar eternamente, já que não “aceitou” a Jesus. Mas o ensino correto foi tirado da igreja, foi contaminado. Existe um grande povo, uma grande multidão, de quem nunca será requerido as obras que serão requeridas dos Filhos.

Lembra de Jesus chorando por Jerusalém, pelas ovelhas sem pastor? Ele tava vendo sua obrigação de formar homens e mulheres para cuidar dessas ovelhinhas com amor eterno. Ele tava enxergando o cansaço dos povos, subjugados pelo diabo. E não choramos o mesmo choro porque a verdade nos faltou.

Fomos ensinados a egoisticamente plantarmos para colhermos no céu. Quando o plano é restaurarmos o lugar que a planta de nosso pé pisar. Restaurar as pessoas que passarem por nós no caminho. Mudar histórias, curar vidas em profundidade. Ensinar o amor de Deus. Explicar o Reino de Deus as nações e ensinar como as coisas serão quando o reino demoníaco tiver fim.

Mas ninguém sabe como será. Apenas esperam o que NUNCA ocorrerá, que é ser levado para o céu, seguro, enquanto a maioria se perderá. Se fosse assim, o Diabo teria sido o vencedor. Se a maioria da humanidade fosse para o inferno como é ensinado e, no final de tudo, alguns poucos estarão seguros no céu, então o diabo terá vencido.

A verdade é que um Reino já chegou em nós, Filhos. E um dia se CONSUMARÁ de fato. E as nações do planeta irão até a Nova Jerusalém para adorar ao Pai. E farão isso porque aprenderão isso com os Filhos de Deus e assim será para todo o sempre. Amém! Vejam as profecias sobre isso abaixo:

Zacarias 14:16 – E acontecerá que, todos os que restarem de todas as nações que vieram contra Jerusalém, subirão de ano em ano para adorar o Rei, o SENHOR dos Exércitos, e para celebrarem a festa dos tabernáculos.

Zacarias 8:22 – Assim virão muitos povos e poderosas nações, a buscar em Jerusalém ao SENHOR dos Exércitos, e a suplicar o favor do SENHOR. 

Daniel 7:2 E o reino, e o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo; o seu reino será um reino eterno, e todos os domínios o servirão, e lhe obedecerão.

Jeremias 3:17 – Naquele tempo chamarão a Jerusalém o trono do SENHOR, e todas as nações se ajuntarão a ela, em nome do SENHOR, em Jerusalém; e nunca mais andarão segundo o propósito do seu coração maligno. 

Miquéias 4:2 – E irão muitas nações, e dirão: Vinde, e subamos ao monte do SENHOR, e casa do Deus de Jacó, para que nos ensine os seus caminhos, e andemos pelas suas veredas; porque de sairá a lei, e de Jerusalém a palavra do SENHOR. 

Próximo artigo: Enxergando a Semente do Diabo no Planeta!

“Quem tem ouvidos para ouvir, OUÇA..”

LEIA AINDA..

3 Comments

  1. Neemias Dias

    Olá Cris, supondo que eu seja “filho do homem” o que eu devo fazer para não ser condenado? Se eu não tenho o Espírito de Cristo, como terei forças para combater contra as potestades das trevas?

    • Evangelho Perdido

      De cara já lhe digo que, se você fosse uma semente do homem nem estaria me fazendo uma pergunta dessas, pois os filhos dos homens nem pensam sobre essas coisas, Neemias. Eles querem se livrar de suas mazelas, suas dores.. E, se não encontram a LUZ e DIREÇÃO de um Filho de Deus, ficam perdidos, se dobrando diante de qualquer entidade das trevas (santos católicos, macumba, etc) que se mostrar ajudadora.

      Eles nasceram para ser orientados, cuidados, direcionados… Por isso, no momento, a criação está GEMENDO, esperando, ansiando, aguardando, mesmo inconscientemente, a manifestação poderosa dos Filhos de Deus, para tirá-los de seus sofrimentos, de seu cansaço.. (Romanos 8)

  2. Paula Pinheiro

    Obrigada por mostrar o Deus Justo que eu sempre soube que existia! Seus estudos são com toda certeza obra do espírito de Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *