Arrebatamento dos Santos, As duas Ressurreições, Sobre o Milênio

Uma análise mais detalhada sobre o MILÊNIO!

A Bíblia fala claramente sobre o milênio, mas são poucos os que ensinam sobre esse tema sem fugir do real contexto. Vamos analisar juntos as características no Reino milenar.

E, como já vimos no artigo Entendendo as Duas Ressurreições e o Milênio!, apenas os mártires de todas as épocas e os que morrerem como mártires na grande tribulação é que vão reinar com Cristo no milênio. Com isto em mente, vamos analisar como será esse tempo, nos detalhes.

Os efeitos do pecado no planeta ainda estarão presentes. E o reinado de Cristo e dos santos começará a tratar isso. No início do milênio, a terra ainda estará muito ferida, machucada. Veja o texto:

“A terra pranteia e se murcha; o mundo enfraquece e se murcha; enfraquecem os mais altos do povo da terra. Na verdade a terra está contaminada debaixo dos seus habitantes; porquanto transgridem as leis, mudam os estatutos, e quebram o pacto eterno” (Isaías 24:4-5)

Depois que realizar a sua vingança sobre os homens ímpios e perversos, o Senhor Deus consertará e restaurará esta terra, tornando-a um verdadeiro paraíso aos homens que Nele confiam. No sermão das bem-aventuranças Jesus prometeu o seguinte:

 “Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra” (Mateus 5:5). Vejamos então a descrição das mudanças que este globo terrestre terá no decorrer dos mil anos:

“Todo vale será levantado, e será abatido todo monte e todo outeiro; e o terreno acidentado será nivelado, e o que é escabroso, aplanado” (Isaías 40:4).

A Bíblia nos ensina que no período de mil anos uma mudança profunda será feita na terra. Por exemplo, muitas montanhas e ilhas desaparecerão ou serão transladados a outros lugares:

“Porque eis que o Senhor está a sair do seu lugar, e descerá, e andará sobre as alturas da terra. Os montes debaixo dele se derreterão, e os vales se fenderão, como a cera diante do fogo, como as águas que se precipitam por um declive” (Miquéias 1:3-4).

“E o céu recolheu-se como um livro que se enrola; e todos os montes e ilhas foram removidos dos seus lugares” (Apocalipse 6:14).

“Todas as ilhas fugiram, e os montes não mais se acharam” (Apocalipse 16:20).

O monte das Oliveiras na Palestina se repartirá:

“Naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente; e o monte das Oliveiras será fendido pelo meio, do oriente para o ocidente, e haverá um vale muito grande; e metade do monte se removerá para o norte, e a outra metade dele para o sul” (Zacarias 14:4).

A terra tornará excepcionalmente fértil: “O deserto e a terra sedenta se regozijarão; o ermo exultará e florescerá; como o narciso florescerá abundantemente, e também exultará de júbilo e romperá em cânticos; dar-se-lhe-á a glória do Líbano, a excelência do Carmelo e Sarom; eles verão a glória do Senhor, a majestade do nosso Deus” (Isaías 35:1-2)

“Em lugar do espinheiro crescerá a faia, e em lugar da sarça crescerá a murta; o que será para o Senhor por nome, por sinal eterno, que nunca se apagará” (Isaías 55:13).

Os DESERTOS áridos e secos produzirão água em abundância:

“Os animais do campo me honrarão, os chacais e os avestruzes; porque porei água no deserto, e rios no ermo, para dar a beber ao meu povo, ao meu escolhido” (Isaías 43:20).

No milênio, o problema ECOLÓGICO será completamente resolvido. As ÁRVORES crescerão em grande número e não haverá derrubadas indiscriminadas como nos dias de hoje. Na região da Palestina surgirá um novo rio cujas águas conterão elementos que purificará qualquer outra fonte, inclusive o Mar Morto que há milhares de anos está podre, será purificado pelas águas desse novo rio. Veja o texto em Ezequiel:

“E, tendo eu voltado, eis que à margem do rio havia uma grande abundância de árvores, de um e de outro lado. Então disse-me: Estas águas saem para a região oriental, e descem ao deserto, e entram no mar; e, sendo levadas ao mar, as águas tornar-se-ão saudáveis. E será que toda a criatura vivente que passar por onde quer que entrarem estes rios viverá; e haverá muitíssimo peixe, porque lá chegarão estas águas, e serão saudáveis, e viverá tudo por onde quer que entrar este rio. Será também que os pescadores estarão em pé junto dele; desde En-Gedi até En-Eglaim haverá lugar para estender as redes; o seu peixe, segundo a sua espécie, será como o peixe do mar grande, em multidão excessiva.” (Ezequiel 47:7-10)

No milênio Jesus vai mudar radicalmente a terra. No milênio haverá transformações jamais vistas na história da humanidade. Os animais também sofrem com os efeitos nocivos do pecado do homem. Mas Jesus vai transformar toda a natureza quando estabelecer o seu reino na terra. A natureza selvagem dos animais será tirada.

“Morará o lobo com o cordeiro, e o leopardo com o cabrito se deitará; e o bezerro, e o leão novo e o animal cevado viverão juntos; e um menino pequeno os conduzirá. A vaca e a ursa pastarão juntas, e as crias juntas se deitarão; e o leão comerá palha como o boi. A criança de peito brincará sobre a toca da áspide, e a desmamada meterá a sua mão na cova do basilisco” (Isaías 11:6-8).

“O lobo e o cordeiro juntos se apascentarão, o leão comerá palha como o boi; e o pó será a comida da serpente. Não farão mal nem dano algum em todo o meu santo monte, diz o Senhor” (Isaías 65:25).

“Farei com elas (ovelhas, que sãos os convertidos) um pacto de paz; e removerei da terra os animais ruins, de sorte que elas (ovelhas) habitarão em segurança no deserto, e dormirão nos bosques” (Ezequiel 34:25).

“Naquele dia farei por eles (seu povo) aliança com as feras do campo, e com as aves do céu, e com os répteis da terra; e da terra tirarei o arco, e a espada, e a guerra, e os farei deitar em segurança” (Oséias 2:18).

AS NAÇÕES QUE RESTAREM SE CURVARÃO AO SENHORIO DE CRISTO

A Palavra diz claramente que quando o Senhor voltar aqui na terra para inaugurar seu reino, nem todos perecerão pelo fogo, e estes participarão do reino milenar de Cristo. Ou seja, após o retorno do Senhor Jesus, nações sobreviverão (não muitas) aos acontecimentos e horrores daqueles dias.Vejamos o que a Bíblia tem a dizer sobre isso:

“Por isso a maldição consome a terra; os que nela habitam se tornam culpados. Portanto serão queimados os moradores da terra, e poucos homens restarão” (Isaías 24:6).

“Então, todos os que restarem de todas as nações que vieram contra Jerusalém, subirão de ano em ano para adorarem o Rei, o Senhor dos exércitos, e para celebrarem a festa dos tabernáculos” (Zacarias 14:16). A semente do homem estará presente no reino milenar (veja o estudo completo sobre As três sementes, clicando AQUI) e estarão sob o domínio do Cristo (Jesus e a igreja vencedora). São estes que terão filhos, se multiplicarão e alcançarão grandes progressos sobre a terra durante o milênio. Veja Isaías 65:20-23.

Nações inteiras vão se submeter ao senhorio de Cristo, pois Deus vai facilitar a submissão dos povos, aprisionando o Diabo por mil anos, neutralizando assim, a força do pecado e a influência do mal. Veja Apocalipse 20:1-3.

“Todas as nações que fizeste virão e prostrarão diante de ti, Senhor, e glorificarão o teu nome” (Salmos 86-9).
 
“E acontecerá que desde uma lua nova até a outra, e desde um sábado até o outro, virá toda a carne a adorar perante mim, diz o Senhor” (Isaías 66:23).

“Naquele dia muitas nações se ajuntarão ao Senhor, e serão o meu povo; e habitarei no meio de ti, e saberás que o Senhor dos exércitos me enviou a ti” (Zacarias 2:11).

“Assim virão muitos povos, e poderosas nações, buscar em Jerusalém o Senhor dos exércitos, e suplicar a bênção do Senhor” (Zacarias 8:22).

No milênio, o desejo inconsciente da Semente do Homem, contida em Romanos 8, se realizará. Veja o texto:

“Porque a criação (Semente do Homem) aguarda com ardente expectativa a revelação dos filhos de Deus. Porquanto a criação (Semente do Homem) ficou sujeita à vaidade, não por sua vontade, mas por causa daquele que a sujeitou, na esperança de que também a própria criação (Semente do Homem)  há de ser liberta do cativeiro da corrupção, para a liberdade dos filhos de Deus. Porque sabemos que toda a criação (Semente do Homem), conjuntamente, geme e está com dores de parto até agora; e não só ela, mas até nós, que temos as primícias do Espírito, também gememos em nós mesmos, aguardando a nossa adoção, a saber, a redenção do nosso corpo” (Romanos 8:19-23).

Esse maravilhoso texto de Romanos, tão mal interpretado por muitos, deixa claro que a ardente expectativa da semente do homem sempre foi estar sujeita ao cuidado, amor, e senhorio dos Filhos de Deus (Jesus e a igreja vencedora). Isso no milênio será experimentado pelas nações.

As nações que tradicionalmente são inimigas de Israel durante centenas de anos, também se converterão ao Senhor Deus. As nações Egípcia e Assíria são bons exemplos disso:

“Naquele dia haverá um altar dedicado ao Senhor no meio da terra do Egito, e uma coluna se erigirá ao Senhor, na sua fronteira. E o Senhor se dará a conhecer ao Egito, e os egípcios conhecerão ao Senhor naquele dia; e o adorarão com sacrifícios e ofertas, e farão votos ao Senhor, e os cumprirão. Naquele dia haverá estrada do Egito até a Assíria, e os assírios virão ao Egito, e os egípcios adorarão com os assírios. Naquele dia Israel será o terceiro com os egípcios e os assírios, uma bênção no meio da terra; porquanto o Senhor dos exércitos os tem abençoados, dizendo: Bem-aventurado seja o Egito, meu povo, e a Assíria, obra de minhas mãos, e Israel, minha herança” (Isaías 19:19, 21, 23, 24 e 25).

A Etiópia, nação do continente africano, que também se destacou como inimiga do povo de Deus durante séculos, se submeterá ao senhorio do Senhor. “Naquele tempo será levado um presente ao Senhor dos exércitos da parte dum povo alto e tez luzidia (pele lisa devido sua forte cor negra), e dum povo terrível desde o seu princípio, uma nação forte e vitoriosa, cuja terra os rios dividem; um presente, sim, será levado ao lugar do nome do Senhor dos exércitos, ao monte Sião” (Isaías 18:7).

AINDA HAVERÁ INCIDÊNCIA DE PECADO NO MILÊNIO

Conforme já vimos, Deus vai prender Satanás no grande abismo durante o milênio (Apocalipse 20:1-3). Deus vai tirar não só o Diabo da face da terra, mas também todos os demais espíritos demoníacos.

“Naquele dia, diz o Senhor dos exércitos, cortarei da terra os nomes dos ídolos, e deles não haverá mais memória; e também farei sair da terra os profetas (falsos) e o espírito da impureza. E se alguém ainda profetizar, seu pai e sua mãe, que o geraram, lhe dirão: Não viverás, porque falas mentiras em nome do Senhor; e seu pai e sua mãe, que o geraram, o traspassarão quando profetizar” (Zacarias 13:2-3).

Haverá a presença do pecado na terra, mas com a erradicação de Satanás e dos espíritos caídos, os habitantes desse novo e glorioso mundo, poderão resistir ao pecado. Porém, alguns homens ainda deliberadamente vão pecar contra o Senhor. Mas a grande maioria procurará servir ao Senhor.

“Não haverá mais nela criança de poucos dias, nem velho que não cumpra os seus dias; porque o menino morrerá de cem anos; porém o pecador de cem anos será amaldiçoado.” (Isaías 65.20)

“Assim diz o Senhor dos exércitos: Naquele dia sucederá que dez homens, de nações de todas as línguas, pegarão na orla das vestes de um judeu, dizendo: iremos convosco, porque temos ouvido que Deus está convosco” (Zacarias 8:23).

“Assim diz o Senhor: A riqueza do Egito, e as mercadorias da Etiópia, e os sabeus, homens de alta estatura, passarão para ti, e serão teus; irão atrás de ti; em grilhões virão; e, prostrando-se diante de ti, far-te-ão as suas súplicas, dizendo: Deus está contigo somente; e não há nenhum outro Deus” (Isaías 45:14).

“Irão muitos povos, e dirão: Vinde, e subamos ao monte do Senhor, à casa do Deus de Jacó, para que nos ensine os seus caminhos, e andemos nas suas veredas; porque de Sião sairá a lei, e de Jerusalém a palavra do Senhor” (Isaías 2:3).

Que época fantástica!!! Hoje em dia não temos este privilégio de ver nações e mais nações interessadas em servir o grande e Todo-Poderoso Deus, como vimos que ocorrerá no milênio. Para os homens que confiam em Cristo, este período milenar será o mais maravilhoso de toda a história da humanidade.

Nesta época os homens possuirão poderes extraordinários concedidos pelo Senhor Deus. “O mais pequeno virá a ser mil, e o mínimo uma nação forte; eu, o Senhor, apressarei isso a seu tempo” (Isaías 60-22).

A MORTE SERÁ UMA RARIDADE NO MILÊNIO MAS AINDA OCORRERÁ

Não devemos supor que no reino dos mil anos não haja a morte. Lembre-mo-nos que a presença do pecado estará no milênio, mas sua força será profundamente diminuída com a prisão de Satanás no abismo (Apocalipse 20:1-3). Veja o que Paulo fala em I Coríntios:

“Mas cada um por sua ordem: Cristo as primícias, depois os que são de Cristo, na sua vinda. Depois virá o fim, quando tiver entregado o reino a Deus, ao Pai, e quando houver aniquilado todo o império, e toda a potestade e força. Porque convém que reine até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés. Ora o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte.” (I Coríntios 15:23-26)

Convém que Cristo reine até quando? Até quando houver aniquilado toda a potestade e força e até que haja posto a todos os inimigos debaixo de seus pés. E qual será o ÚLTIMO inimigo a ser vencido e aniquilado? A MORTE. E quando a morte será vencida e aniquilada? Calma. Antes vamos continuar o texto de I Coríntios para vermos algo interessante e especial:

“Ora, o último inimigo que há de ser aniquilado é a morte. Porque todas as coisas sujeitou debaixo de seus pés. Mas, quando diz que todas as coisas lhe estão sujeitas, claro está que se excetua aquele que lhe sujeitou todas as coisas. E, quando todas as coisas lhe estiverem sujeitas, então também o mesmo Filho se sujeitará àquele que todas as coisas lhe sujeitou, para que Deus seja tudo em todos.” (1 Coríntios 15:26-28)

O Eterno é o poderoso e único Deus. Jesus tornou-se Senhor e Cristo por ter vencido o pecado e a morte. Por isso, Deus entregou toda a autoridade debaixo do céu e acima da terra para o seu Filho (Jesus, claro, só não tinha autoridade sobre seu Pai e Deus), o que reforça também outro tema que estudaremos em breve neste blog: Jesus não é Deus e nunca foi, mas Senhor e Cristo por ter vencido! Mas… Um dia, o Filho, depois de reinar mil anos como o Senhor soberano na terra, junto com a igreja vencedora, entregará o reino ao senhorio  total e exclusivo do seu Pai, o Criador de todas as coisas. Então, Jesus e toda a humanidade estarão sob o senhorio total de Deus. E Deus será TUDO em TODOS.

Mas  vamos prosseguir, novamente com a pergunta: e quando a morte será aniquilada completamente? Após o milênio e não no retorno de Cristo com a ressurreição da igreja. E porque posso afirmar isso? Porque pessoas morrerão no milênio. Não esqueça que a morte será o ÚLTIMO inimigo a ser aniquilado e vencido. Já, já vamos ver como será o fim da morte!

Mas vai acompanhando a coisa toda comigo. Com a prisão de Satanás e a eliminação dos espíritos demoníacos da terra (Zacarias 13:2), os homens podem resistir o pecado e se submeter ao senhorio de Cristo com mais facilidade. Porém, muitos homens decididamente e deliberadamente vão escolher o mal e rejeitar o bem. Apesar de toda a facilidade que haverá nesta época áurea da raça humana, muitos se rebelarão contra a soberania do Senhor Jesus Cristo. Eis o triste relato que a Bíblia diz da reação negativa do homem no milênio:

“Ainda que se mostre favor (misericórdia) ao ímpio, ele não aprende justiça; até na terra da retidão (no milênio) ele (o ímpio) pratica a iniquidade, e não atenta para a majestade do Senhor” (Isaías 26:10). Esses ímpios serão severamente punidos pelo Senhor Deus. Ao que parece Deus vai conceder uma idade mínima para o perverso morrer no milênio.

“Não haverá mais nela criança de poucos dias, nem velho que não cumpra os seus dias; porque o menino morrerá de cem anos; porém o pecador de cem anos será amaldiçoado.” (Isaías 65.20)

Ser menino na idade de cem anos, parece uma história imaginária. Mas é exatamente isso que podemos ler no livro de Isaías 65:20. Veja o que diz Zacarias:

“Assim diz o Senhor dos exércitos: Ainda nas praças de Jerusalém sentar-se-ão velhos e velhas, levando cada um na mão o seu cajado, por causa da sua muita idade. E as ruas da cidade se encherão de meninos e meninas, que nelas brincarão” (Zacarias 8:4-5).

“…porque os dias do meu povo serão como os dias da árvore, e os meus escolhidos gozarão por longo tempo das obras das suas mãos” (Isaías 65:22).

NÃO HAVERÁ GUERRAS NO MILÊNIO

Pela primeira vez na história do homem, a guerra será completamente banida de entre as nações. O homem, que há milhares de anos vem almejando a paz, mas nunca conseguiu estabelecê-la de forma definitiva na terra, experimentará os efeitos benéficos da tranquilidade entre seus semelhantes. Deus mesmo, mediante Jesus Cristo, se encarregará de implantar a tão esperada paz.

“E ele julgará entre as nações, e repreenderá muitos povos; e estes converterão as suas espadas em relhas de arado, e as suas lanças em foices; uma nação não levantará espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra” (Isaías 2:4).

“…e da terra tirarei o arco, e a espada, e a guerra, e os farei deitar em segurança” (Oséias 2:18).

“De Efraim exterminarei os carros (de guerra), e o arco de guerra será destruído, e Ele (Jesus) anunciará a paz à nações; e o seu domínio se estenderá de mar a mar, e desde o Rio (Eufrates) até as extremidades da terra” (Zacarias 9:10).

CENTRO DO GOVERNO MILENAR

O centro do governo de Jesus Cristo indiscutivelmente será a cidade de Jerusalém. Jerusalém será a capital mundial no reino de Jesus Cristo.

Conforme é descrito em Zacarias 9:10, Jesus reinará soberanamente nos quatro cantos da terra. Não haverá uma só nação que não esteja sob o domínio de Jesus Cristo e de seus santos. Todos os reinos deste planeta um dia estarão sob a direção de Cristo e daqueles que Nele foram redimidos de seus pecados. A Bíblia diz claramente que o crentes herdarão os reinos da terra. Jesus mesmo prometeu dar aos seus fiéis autoridades sobre as nações.

“E ao que vencer, e guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei poder sobre as nações, e com vara de ferro as regerá; e serão quebradas como vasos de oleiro; como também recebi de meu Pai.” (Apocalipse 2:26,27)

Veja também as seguintes passagens no livro de Daniel:

“E foi-lhe dado o domínio, e a honra, e o reino, para que todos os povos, nações e línguas o servissem.” (Daniel 7:14)

“Mas os santos do Altíssimo receberão o reino, e o possuirão para todo o sempre, e de eternidade em eternidade.” (Daniel 7.18)

“Até que veio o ancião de dias, e fez justiça aos santos do Altíssimo; e chegou o tempo em que os santos possuíram o reino.” (Daniel 7.22)

“E o reino, e o domínio, e a majestade dos reinos debaixo de todo o céu serão dados ao povo dos santos do Altíssimo; o seu reino será um reino eterno, e todos os domínios o servirão, e lhe obedecerão.” (Daniel 7.27)

“Porque a nação e o reino que não te servirem perecerão; sim, essas nações serão de todo assoladas.” (Isaías 60:12).

Porém, não esqueçamos que Jerusalém será o centro do poder de Cristo. Será em Jerusalém que Ele estará entronizado. De Jerusalém Jesus delegará as suas ordens a toda a face da terra.

“…porque de Sião sairá a lei, e de Jerusalém a palavra do Senhor” (Miquéias 4-2).

Enquanto este glorioso tempo não vier, continuemos a fazer aquela oração que Jesus nos ensinou: “Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra, como no céu” (Mateus 6:10).

COMO SE DARÁ O FIM DA MORTE?

“E, acabando-se os mil anos, Satanás será solto da sua prisão, e sairá a enganar as nações que estão sobre os quatro cantos da terra, Gogue e Magogue, cujo número é como a areia do mar, para as ajuntar em batalha. E subiram sobre a largura da terra, e cercaram o arraial dos santos e a cidade amada; e de Deus desceu fogo, do céu, e os devorou. E o diabo, que os enganava, foi lançado no lago de fogo e enxofre, onde estão a besta e o falso profeta; e de dia e de noite serão atormentados para todo o sempre;.. E a morte e o inferno foram lançados no lago de fogo. Esta é a segunda morte..” (Apocalipse 20:7-10,14)

Assim que completar mil anos, uma última varredura na terra de toda impiedade será feita. Satanás, livre de sua prisão, atrairá a ele todos os que, de fato, nunca se renderam ao senhorio de Cristo. Muitos serão também enganados como ele fez com Eva no Éden, prometendo mentiras. Aí, facilmente enganará os distraídos, com mente dobre (dividida). Este grupo enganado acreditará que poderá vencer o governo de Cristo e cercarão o acampamento (arraial) dos santos em Jerusalém. Serão destruídos de vez por Deus… “e de Deus desceu fogo, do céu, e os devorou”.

Aí, após a terra ficar completamente livre de Satanás, de demônios e dos homens ímpios, ocorrerá, em fim, o aniquilamento da MORTE pois todos os demais mortos ressuscitam e são julgados. Em seguida a Nova Jerusalém desce a terra, sobre a antiga.

“E vi um novo céu, e uma nova terra. Porque já o primeiro céu e a primeira terra passaram, e o mar já não existe. E eu, João, vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que de Deus descia do céu, adereçada como uma esposa ataviada para o seu marido. E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus.” (Apocalipse 21.1-3)

E não entrará nela coisa alguma que contamine, e cometa abominação e mentira; mas só os que estão inscritos no livro da vida do Cordeiro.” (Apocalipse 21.27)

E ali nunca mais haverá maldição contra alguém; e nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão.” (Apocalipse 22.3)

Veja também:
Entendendo as Duas Ressurreições e o Milênio!

Quem tem ouvidos para ouvir, OUÇA!

5 Comments

  1. Elilian Pedrosa

    Seus estudos são muito bom

  2. Petronio

    Olá Cris
    Ajude-me com uma dúvida sobre a morte definitiva e aniquilamento do mal. Você explicou muito bem sobre o fim definitivo do mal, o qual não existirá mais em lugar nenhum do universo no fim, mas a passagem de apocalipse 20:10 diz claramente que o diabo, a besta e o falso profeta sofrerão tormento eterno. Será que tem algum ponto que não entendi na sua explicação?
    Desde já agradeço toda a verdade que Jesus nos envia através de ti!
    Petronio

  3. Marco Santos

    Excelente estudo, penso da mesma forma! Ora vem Senhor Jesus!

  4. Rosemeire

    Estou muito feliz em encontrar alguém que pense igual a mim, glória a Deus não estou sozinha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *